Além do Duolingo: aplicativos para aprender idiomas fora da caixinha
Duolingo
Foto: Istock/Getty Images
Inovação > Comunicação

Além do Duolingo: aplicativos para aprender idiomas fora da caixinha

Camila Luz em 23 de agosto de 2016

O Duolingo é um dos aplicativos mais procurados por quem quer aprender outro idioma sem precisar pagar um curso caro. Mas há outros programas que permitem ao usuário praticar nova língua de forma alternativa, por meio de jogos ou pelo contato com estrangeiros.

No Duolingo, o usuário passa por uma série de desafios de tradução divididos por temas, como animais, roupas e comidas. Conforme completa as lições, ganha mais pontos para comprar vidas e adicionar outros itens, como aprender a passar uma cantada em inglês, por exemplo.

Essa didática funciona bem para muita gente. Quem não se adapta a ela pode dar uma chance para aplicativos que investem em processos diferentes para o aprendizado online de idiomas.

Leia mais:
Duolingo revela quais idiomas o mundo quer aprender
Para pesquisadores europeus, virar bilíngue transforma sua visão de mundo
Pilot, o gadget de tradução simultânea que deve mudar o mercado

Aplicativos além do Duolingo

MindSnacks

Com o slogan “jogos para seu cérebro”, o MindSnacks investe no aprender jogando. Em seus games é possível treinar espanhol, francês, italiano, japonês, chinês e alemão, além do português para quem é gringo.

Os jogos estimulam o aprendizado por meio de quebra-cabeças, imagens, áudio e memória. Quem for utilizar esse aplicativo deve ter um bom domínio do inglês para aprender as demais línguas, pois uma versão em português ainda não foi desenvolvida.

O aplicativo é gratuito e está disponível apenas para iOs.

HiNative

screenshot do aplicativo na parte da conversa

No HiNative você aprende novos idiomas e também pode ensinar o seu para outras pessoas. Foto: Divulgação

Por meio de perguntas e respostas, o aplicativo permite que o usuário se comunique com nativos de outros países e tire suas dúvidas sobre o idioma que dominam.

Ao fazer o download, o HiNative pede que o usuário coloque sua nacionalidade, sua língua-mãe e quais outros idiomas entende e em qual nível.

Depois, basta começar a postar perguntas do tipo “como peço alguém em namoro em alemão?” ou “o que habitantes da França costumam comer no café da manhã?”. Qualquer pessoa que saiba a resposta em alemão, no caso da primeira, ou em francês, no caso da segunda, pode responder.

Mais de uma resposta é permitida para cada pergunta, para que o usuário aprenda o máximo possível. Brasileiros também podem colaborar respondendo perguntas de pessoas que tem dúvidas sobre o português ou sobre outro idioma que dominem.

O aplicativo é gratuito e está disponível para iOs e Android.

Lingualeo

Outra opção divertida para quem quer sair da caixinha e aprender idiomas de forma diferente. A Lingualeo traz uma série de jogos e desafios, incluindo músicas, piadas e cenas de filmes famosos nas lições.

A Lingualeo também tem uma extensão para navegadores, que permite ao usuário adicionar palavras desconhecidas ao seu dicionário pessoal, para treinar vocabulário.

O aplicativo é gratuito e está disponível para iOs e Android.

Supiki

screenshot da página de conversação do aplicativo

Supiki é uma boa saída para quem precisa treinar o inglês. Foto: Divulgação

O Supiki é um aplicativo voltado para a prática da conversação do inglês. Portanto, é indicado para pessoas que já estão em um nível mais avançado.

É um  aplicativo “amigável, paciente, encorajador e que te engaja em conversas espontâneas e realistas. Nunca ri de você e nunca se cansa de conversar”, diz o site.

Funciona de forma simples: você fala, ele responde. Quanto mais pratica, mais rápido aprende.

O aplicativo só está disponível para iOs, é pago e custa US$ 11,99 (R$ 37 na cotação atual).

Busuu

O Busuu trabalha com métodos mais tradicionais, mas é considerado um dos mais completos aplicativos para aprender idiomas. São 11 línguas disponíveis e, para aprender cada uma delas, é preciso baixar um aplicativo diferente.

Ele oferece cursos audiovisuais e lições gratuitas. Além disso, é possível interagir com nativos de outros países para treinar escrita, leitura e conversação. Mas para conversar com outros usuários, é preciso aprender frases chave e adquirir um vocabulário satisfatório.

O aplicativo é gratuito, mas alguns dos cursos audiovisuais são pagos. Está disponível para iOs e Android.

E aí, se animou para usar algum desses aplicativos, ou vai continuar com o Duolingo?

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 157 [12] => 25 [13] => 66 [14] => 67 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 175 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence