O que motivou a criação da Hello, nova rede do Orkut
orkut_hello
Foto: Istock/Getty Images
Inovação > Comunicação

O que motivou a criação da Hello, nova rede do Orkut

Kaluan Bernardo em 23 de junho de 2016

O Orkut está de volta. Não a rede social, mas seu criador, o turco Orkut Büyükkökten. Após anos adicionando só quem deixava scraps, aceitando depoimentos melosos em 1024 caracteres e participando de comunidades para manifestar seu desgosto pelas manhãs de segunda-feira, Orkut resolveu criar a Hello, uma rede social para aproximar as pessoas pelos seus gostos.

Caso você seja um pouco jovem e não tenha entendido as referências, fique sabendo: entre os anos 2004 até aproximadamente 2010, o Orkut foi a principal rede social no Brasil, com mais de 30 milhões de usuários.

A rede existiu entre 2004 e 2014, quando foi oficialmente descontinuada pelo Google, que administrava a plataforma e onde Orkut Büyükkökten trabalhava como gerente de produtos. Ao encerrar a rede, o engenheiro saiu do Google e começou a trabalhar em um novo projeto, a Hello.

Logo da rede social

Foto: Divulgação

Leia mais:
Àpres, a rede social para mães que querem voltar ao mercado de trabalho
Qual o futuro dos aplicativos

Senhor Orkut dá olá à Hello

Anunciada em 2014, a Hello finalmente foi lançada. A rede, no entanto, só funciona nos Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Irlanda, Austrália e Nova Zelândia. No Brasil só chegará em agosto.

A plataforma tem versão apenas para aplicativo e é uma curiosa mistura de Instagram com Pinterest e efeitos gamificados que lembram Candy Crush. É uma combinação tão heterogênea quanto uma feijoada com sorvete de morango.

A ideia do Hello é conectar pessoas a seus interesses. “Hello é a primeira rede social construída em amor, não em curtidas. Eu criei o Hello para você se conectar com pessoas que compartilham suas paixões”, diz Orkut na apresentação da plataforma. O funcionamento lembra um pouco o Versy, rede social que já funciona no Brasil.

Quando você entra na rede, faz uma pequeno teste de 60 perguntas para avaliar sua personalidade e seus gostos. Seus interesses, o que seus amigos estão postando e sua localização são transformados em “personas” que você pode seguir (o limite é 100). Se você é empreendedor, fã de cachorros e mora em Recife, terá “personas” com esse conteúdo em sua linha do tempo.

Tudo isso é gamificado. Ao curtir posts de pessoas, adicionar novos amigos ou interagir de qualquer outra forma, você ganha pontos e vai subindo de nível. Veja no vídeo abaixo (em inglês) a explicação de Orkut:

O que motivou a criação da Hello

“O mundo é um lugar melhor quando conhecemos uns aos outros, quando somos menos estranhos uns para os outros”, diz Orkut. Ele cita como exemplo sua própria vida: um garoto turco que cresceu na Alemanha, voltou para a Turquia, se descobriu programador e gay, e foi para os Estados Unidos. Ele diz:

Acho que todos deveríamos ser mais amigos. O mundo precisa disso. Vivemos em tempos estranhos. Nos escondemos atrás de nossos dispositivos ignorando as pessoas em torno de nós”, diz. “Mas estou esperançoso com nosso mundo. Estou confiante de que quanto mais nos conectamos, mais bonito o mundo se torna. Criei o Orkut com isso em mente. É por isso que criei a primeira rede social do mundo quando era um estudante em Stanford, e é por isso que dediquei minha vida a ajudar as pessoas se conectarem umas com as outras.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 25 [12] => 157 [13] => 66 [14] => 67 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 175 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence