Dicas para aprender inglês e outras línguas rapidamente
aprender linguas
Foto: Istock/Getty Images
Inovação > Educação

Como aprender inglês ou qualquer língua rapidamente? Veja dicas

Kaluan Bernardo em 3 de abril de 2017

Assine nossa newsletter

Aprender um novo idioma faz bem para o cérebro. Falar mais de uma língua te abre possibilidades profissionais e te leva a conhecer outras culturas. Mas aprender um novo idioma não é tão fácil quando gostaríamos.

Algumas pessoas até tem mais facilidade de aprender, mas ainda assim precisam dedicar um bom tempo até poderem se dizer fluentes. No entanto, existem algumas técnicas e formas específicas para aprender outras línguas que poderão te ajudar a acelerar esse processo, fazer você “pegar gosto” por um novo idioma. E é por isso que elaboramos esse pequeno guia.

Por que aprender um novo idioma

Além dos motivos pessoais que possam te levar para um novo idioma, há alguns universais. O linguista John McWhorter, professor na Columbia University, apresentou um TED Talk elencando quatro desses motivos.

A primeira razão, segundo ele, é que aprender uma nova linguagem te ajuda a entrar em uma cultura. “Aprender uma língua é um ticket para participar de uma cultura junto com as pessoas que a falam, simplesmente porque esse é o código delas”, comenta.

A segunda é porque quem fala mais de um idioma reduz suas chances de ter problemas cognitivos. Há estudos que indicam que evita a demência e atrasa o Alzheimer, por exemplo. De quebra, falar múltiplos idiomas ainda te torna melhor no multitasking, isto é, na habilidade de fazer várias coisas ao mesmo tempo.

Terceiro motivo: aprender um idioma é divertido. Se você discorda, talvez seja tudo uma questão de como estudou. “Aprender como falar com diferentes ordens de palavras é como aprender a dirigir de um lado diferente do carro em um país novo”, comenta.

Por fim, o quarto: nunca foi tão fácil aprender outros idiomas. Não necessariamente você precisa pagar por aulas caras. Com acesso à internet e tempo, podemos entrar em diversos sites, falar com nativos de outros países ou mesmo assistir séries em outras línguas. Já se foi o tempo de livros e exercícios em CDs.

Quais as melhores formas para aprender um novo idioma?

Muita gente tem medo ou dificuldade de aprender um novo idioma por conta do método utilizado, como salas de aula nas quais seus erros são expostos e comparados com os de outros alunos o tempo todo. Há ainda as provas corrigidas, a repressão que vem com cada erro. Isso tudo inibe. Imagine como seria se os bebês aprendessem assim.

Foto: Istock/Getty Images

A comparação com os bebês não vem por acaso. A melhor forma de aprender um novo idioma é justamente fazer como uma criança. É o que defende um autor chamado Charles Scalfani.

Ele argumenta que aprender como um bebê significa, basicamente, estar imerso o tempo todo. Um bebê tem contato constante com a língua que está aprendendo. O problema é que, na vida adulta, isso significa fazer um intercâmbio – o que não é possível para todos.

Logo, o que faz quem não pode aprender como um bebê? Aprende como um jogador de videogame: adquire conhecimento básico para jogar e se aprofunda explorando novidades e se divertindo.

No videogame você aprende fazendo e variando. Se fosse como uma aula tradicional de idiomas, você teria que ficar 20 minutos aprendendo a pular; depois passaria 20 minutos aprendendo a correr etc. Seria entediante.

O ponto de Scalfani é: você precisa aprender o básico de gramática e vocabulário para depois ir brincando de falar frases, traduzir conceitos, assistir filmes, ler artigos… enfim: divertir-se com o idioma.

Mas isso é só uma forma de pensar. A questão é como trazer para o mundo prático. No Quora, um site onde pessoas respondem perguntas gerais, uma série de linguistas deram suas respostas.

Judith Meyer, que diz falar 14 idiomas (nove em nível avançado), responde no Quora que o primeiro passo é escolher um novo idioma que tenha semelhanças com algum que você já saiba. Quem fala português, por exemplo, pode começar pelo espanhol, ir para o italiano e depois para o francês. Se você quer aprender alemão talvez seja melhor saber inglês antes. E por aí vai.

Outra dica importante que ela deixa é ter um objetivo específico. Se você quer estudar apenas para uma prova, monte um programa voltado a ela. Se vai para uma viagem de negócios, foque no que você usará. E por aí vai. “É tudo uma questão de otimização para seu objetivo. Poucas pessoas querem ser expert em cada aspecto de uma linguagem, ao menos não urgentemente”, comenta. Normalmente, quando vamos a um curso de línguas, os professores querem ensinar todos os aspectos de uma vez – o que leva muito mais tempo.

Por fim, a dica mais importante é também a mais óbvia: estude muito. Para aprender rápido, você precisa se dedicar intensamente. O aconselhável é quatro horas por dia. Não adianta querer estudar só duas por semana e achar que irá memorizar tudo. E essa intensidade depende apenas de sua motivação, portanto, lembre-se do porque você está estudando.

Como treinar uma nova língua

Para que aprender seja divertido, como sugeriu Scalfani, você pode assistir filmes e séries no idioma que deseja dominar — no início pode utilizar legendas para ajudar. Assistir a TED Talks, que vêm com a transcrição e legenda, é outra opção.

Ouvir música é um pouco mais complicado e exige níveis avançados, mas também funciona. E, por fim, você pode procurar podcasts específicos para o idioma que você deseja estudar – dependendo da língua você encontrará alguns muito didáticos.

Se você está indo a uma escola, aproveite o máximo para conversar com seus colegas. Se está estudando por conta própria, tente falar em frente ao espelho ou grave sua voz e depois ouça como ficou. A fala é sempre importante.

Dicas e recursos para aprender outros idiomas

Há muitos materiais na internet para você aprender outros idiomas. Uma das formas mais conhecidas são os aplicativos, como Duolingo, Memrise e Babbel.

Os três citados estão disponíveis para Android, iOS e web. O Duolingo talvez seja o que mais se assemelhe a um game. Você tem exercícios para treinar fala, leitura e audição. O serviço é completamente gratuito.

O Memrise também lembra um game. No entantom eles apostam mais na repetição e avançam a um ritmo mais lento. Outra vantagem é que eles tem vídeos com os nativos falando o idioma que você estiver estudando. É uma boa opção para ganhar e memorizar vocabulário. Eles têm versões gratuitas e pagas, com preços que chegam a US$ 30 por ano.

Por fim, o Babbel é mais completo e se assemelha mais a um ensino tradicional. Eles têm uma boa game de exercícios. Também oferecem versões gratuitas e pagas – nesse caso chegando a R$ 144 por ano.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades em primeira mão.

ESCOLHA DO EDITOR
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 237 [1] => 76 [2] => 222 [3] => 12 [4] => 205 [5] => 249 [6] => 94 [7] => 97 [8] => 267 [9] => 115 [10] => 17 [11] => 173 [12] => 238 [13] => 62 [14] => 92 [15] => 157 [16] => 276 [17] => 153 [18] => 25 [19] => 125 [20] => 16 [21] => 236 [22] => 66 [23] => 67 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence

Assine nossa newsletter

e receba nossas novidades em primeira mão.