Coração artificial e outros órgãos desenvolvidos pela ciência
coração artificial
Foto: Istock/Getty Images
Inovação > Saúde

Coração artificial e outros órgãos desenvolvidos pela ciência

Camila Luz em 19 de outubro de 2016

O uso de órgãos artificiais deve se popularizar no mercado até 2021. A conclusão é do jornal online MedGadget, publicado por grupo de médicos e biomédicos dos Estados Unidos. O coração artificial é um dos órgãos mais pesquisados e desenvolvidos até hoje, seguido pelo pâncreas, que poderá ser usado por pacientes a partir do ano que vem.

De acordo com o MedGadget, órgãos artificiais se referem a “qualquer dispositivo, máquina ou outro material usado para substituir a função de órgão em falta no corpo humano ou defeituoso. É geralmente feito a partir de células estaminais de doentes e é cultivado em laboratório”. As células estaminais podem se diferenciar em diversas linhagens e têm a capacidade de se auto-renovar e dividir indefinidamente.

Órgãos artificiais podem salvar a vida de pacientes, ajudá-los a ter uma vida normal ou até ser a cura para doenças como a a diabetes. Veja quais órgãos artificiais estão em desenvolvimento ou já chegaram ao mercado:

Pâncreas Artificial: vida normal para quem tem diabetes tipo 1

O primeiro pâncreas artificial para quem sofre de diabetes tipo 1 já foi aprovado pela FDA (U.S. Food and Drug Administration). O sistema foi desenvolvido pela empresa de tecnologia médica Medtronic MiniMed e consiste em um dispositivo que combina um monitor de glicose automatizado e uma bomba de insulina.

O pâncreas tem basicamente duas funções: produzir sucos digestivos e enzimas, auxiliando na digestão, e produzir insulina e glucagon, hormônios que regulam a forma como o organismo utiliza os açúcares. O órgão de pessoas que têm diabetes tipo 1 não produz insulina em quantidade suficiente, pois suas células sofrem de destruição autoimune.

Por enquanto, a solução é injetar insulina no corpo em certos períodos do dia. Com o pâncreas artificial, os doentes poderão ter vida normal ao usar o dispositivo externo. Ele administra a quantidade exata do hormônio conforme o necessário e ainda desliga automaticamente a liberação de insulina quando um queda nos níveis de açúcar é detectada. Isso minimiza os riscos de tomar muita ou pouca insulina, o que pode ter consequências fatais.

“A primeira tecnologia dessa espécie pode fornecer para pessoas que têm diabetes tipo 1 a possibilidade de viver suas vidas com grande liberdade, sem precisar monitorar os níveis de glicose manualmente ou administrar insulina”, disse o Dr. Jeffrey Shuren, da FDA, ao site Futurism. Esses pacientes terão a chance de dormir tranquilos durante a noite e acordar com níveis de glicose saudáveis.

O dispositivo poderá ser usado por pacientes com mais de 14 anos e deve chegar ao mercado no primeiro semestre do ano que vem, assim que a Medtronic finalizar seus últimos testes.

Pele artificial para rejuvenescer alguns anos

Sim, a pele é um órgão – o maior do corpo humano. Uma equipe de pesquisadores do MIT (Massachussets Instituti of Technology) desenvolveu pele artificial com estabilidade e durabilidade que imita pele saudável e jovem. Ou seja, tem capacidade estética rejuvenescedora.

Ela é aplicada como segunda camada sobre a pele existente, é bastante fina e praticamente invisível. O único problema é que a mudança é temporária. Eventualmente, a pele perde elasticidade e o corpo retorna à aparência normal.

A pele artificial ainda está em fase de testes e não há previsão de sua chegada ao mercado. Apesar do potencial uso estético, pesquisadores pretendem usar a segunda pele em uma variedade de aplicações médicas. “É uma camada invisível que pode proporcionar uma barreira, uma melhoria estética e até funcionar como um remédio na área que precisa ser tratada”, disse o professor associado ao MIT, Daniel Anderson, ao site Digital Trends. “Essas três capacidades juntas poderiam realmanter tornar [a pele] ideal para uso em seres humanos”.

Leia mais:
AspireAssist, aparelho de perda de peso que suga a comida do estômago
Colírio criado por brasileiros pode prevenir perda de visão por diabetes
Cientistas podem ter curado o HIV pela primeira vez

Rim artificial e o fim da diálise

Um rim artificial está sendo desenvolvido pelo nefrologista William H. Fissell IV, do Vanderbilty University Medical Center (Estados Unidos). O dispositivo utiliza filtros de microchips e células renais vivas que serão alimentadas pelo próprio coração do paciente.

O rim poderá ajudar pacientes que fazem diálise para filtrar o sangue a não precisar mais do procedimento. “Nós estamos criando um dispositivo que pode imitar um rim para remover os resíduos, sal e água e manter pacientes fora da diálise”, afirmou Fissell ao site Nephrology News. O pesquisador disse que o dispositivo deverá ser suficientemente pequeno – aproximadamente do tamanho de uma lata de refrigerante – para ser implantado dentro do corpo humano.

Fissell vem trabalhando no órgão artificial há mais de uma década.

Coração artificial: maior expectativa de vida

O coração artificial definitivamente não é novidade. Ele vem sendo pesquisado e desenvolvido há décadas e ganhou modelo consagrado em 2001. O AbioCor, desenvolvido pela empresa america Abiomed, foi considerado uma das melhores invenções daquele ano pela revista TIME.

O coração artificial é um dispositivo implantável que substitui os dois ventrículos do coração. Ele é feito de titânio e plástico e conecta-se ao átrio direito, átrio esquerdo, artéria aorta e artéria pulmonar.

O ventrículo esquerdo bombeia o sangue para a circulação sistêmica, através da artéria aorta, e o direito bombeia para a circulação pulmonar, através da artéria pulmonar. O dispositivo assume esse papel quando o coração está danificado ou o paciente sofre de falência cardíaca.

O coração artificial pode dobrar a expectativa de vida do paciente, mas o ideal é utilizá-lo até conseguir um transplante de coração.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 157 [12] => 25 [13] => 66 [14] => 67 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 172 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence