Homeoprática, o app de medicamentos homeopáticos para casos simples
medicamentos homeopáticos
Foto: Istock/Getty Images
Inovação > Saúde

Homeoprática, o app de medicamentos homeopáticos para casos simples

Camila Luz em 10 de dezembro de 2016

A homeopatia é um sistema medicinal alternativo que mobiliza as defesas do corpo para que este se reequilibre e combata doenças. Pode ser usada pra tratar distúrbios que estão no início, como resfriados e diarréias. Para ajudar os adeptos da prática a encontrar medicamentos homeopáticos, farmácias e profissionais, o casal Maria Tereza Gonçalves Brito Barbosa e Alexandre Aiello Barbosa criou um aplicativo, o Homeoprática.

Aplicativo Homeoprática de medicamentos homeopáticos

Foto: Divulgação

Maria Tereza é pediatra e homeopata. “Recebo muitos telefonemas de mães de pacientes para receber ajuda em coisas simples, como resfriado e tosse. Também recebo no consultório quadros que já progrediram, pois a mãe não conseguiu falar comigo, às vezes já levou para o pronto-socorro e chega com um monte de remédio, como anti-inflamatórios e antibióticos”, conta. “E eram situações em que ela poderia ter usado, logo no início do quadro, recursos de homeopatia que já está até acostumada a usar”, completa.

Quando pacientes ligam se queixando desses quadros, Maria Tereza pode receitar medicamentos homeopáticos fáceis de utilizar, como Ferrum phopsphricum para febre e Arsenicum para diarréia. “Meu marido trabalha com informática e é muito observador e perspicaz. Muitas vezes, ele me via recebendo essas ligações em finais de semana, feriados ou durante a noite”, conta. “Aí ele teve uma ideia: se as pessoas tivessem como consultar essas informações de forma simples, poderiam ir se adiantando”, explica.

Alexandre fez o desenvolvimento do aplicativo, enquanto Maria Tereza cuidou do conteúdo. O Homeoprática é um guia homeopático no celular para ajudar o usuário a identificar qual homeopatia usar em situações comuns do dia a dia. Para descobrir o que tomar em cada situação, basta seguir as chaves dos sintomas.

O Homeoprática também mostra as farmácias homeopáticas e médicos homeopata disponíveis perto da localização do usuário. Poderá ser útil quando o paciente adoecer durante uma viagem, por exemplo. Além disso, é gratuito.

Nunca deixe de consultar o médico

O site oficial da Homeoprática avisa em letras grandes: “As informações contidas no guia não substituem, em hipótese alguma, as orientações dadas pelo profissional da área médica”.

O guia oferece informações sobre problemas simples e recorrentes, deixando de fora patologias crônicas ou mais graves. “Temos o cuidado de advertir que o acompanhamento médico é importante. Persistindo os sintomas, deve-se procurar o médico”, reforça Maria Tereza. “Mesmo se a pessoa já está acostumada a usar homeopatia, é preciso entrar em contato com o profissional. Não estimulamos a auto-medicação”, completa.

Para Maria Tereza, o Homeoprática é mais útil justamente para quem já se consulta com um homeopata e está acostumado a usar remédios homeopáticos. No Brasil, diferente de países como Estados Unidos e Alemanha, a homeopatia é uma especialidade médica e as farmácias exigem receita para comprar os medicamentos homeopáticos.

LEIA MAIS
Babylon Health: como aplicativos querem revolucionar o sistema médico
LEIA MAIS
Tecnologia e medicina: como estaremos daqui a 10 anos?

“Aqui existe uma legislação, um cuidado em relação à homeopatia e também à acupuntura – só o médico está habilitado a fazer diagnósticos”, explica a pediatra. “O aplicativo é mais uma ajuda para aquela hora em que você liga e não consegue falar com o médico ou está viajando. Assim, o paciente tem acesso a algo que vai fazer diferença naquele quadro clínico e não tem efeitos colaterais”, afirma.

Em algumas farmácias, é possível comprar remédios homeopáticos com receitas antigas. Portanto, se um paciente acostumado a usar a homeopatia estiver viajando, poderá consultar o aplicativo para descobrir farmácias que vendam o medicamento que ele precisa.

O Homeoprática é voltado para todas as idades e trata patologias de adultos e crianças, como resfriados, gripes e cólicas em bebês. No entanto, há quem procure até como tratar varizes. “A homeopatia não trata varizes e colocamos isso como advertência. Ela apenas pode ajudar a melhorar a circulação, inchaços ou dores. Mas precisa de acompanhamento médico e muitas vezes o caso é cirúrgico”, explica.

O princípio dos medicamentos homeopáticos

A homeopatia foi criada há mais de 200 anos pelo médico alemão Samuel Hahnemann. Após muitos testes e observações, baseou-se em alguns princípios, sendo o princípio fundamental “semelhante cura semelhante”.

O remédio homeopático não tem substâncias químicas. O tratamento se dá a partir da diluição e dinamização da mesma substância que produz o sintoma em um indivíduo saudável. “É como se o remédio carregasse os sintomas iguais aos que a pessoa tem. Por exemplo, ela está com uma febre alta e o organismo não está reagindo. Então você dá a Belladona, que é uma substância química que provoca febre e alucinações”, explica a pediatra. “O medicamento homeopático não e tóxico, só carrega a informação. É como se enganasse o organismo dizendo assim: ‘gente, tem febre, é preciso reagir!’”, afirma Maria.

A homeopatia provoca o corpo, que usa seus próprios recursos para controlar a febre e reequilibrar o organismo. Por utilizar substâncias muito diluídas, a homeopatia causa polêmica e há quem diga que não funciona.

A polêmica sobre a homeopatia

Ainda não existem tecnologias que consigam entender de forma prática por que o remédio homeopático funciona. “Tem uma tendência da indústria farmacêutica atual pedindo que seja colocado no frasco do medicamento homeopático que não há nada que comprove que ele funciona”, conta. “Hoje, não há tecnologias que consigam detectar o que tem lá. Mas estudos da física quântica estão conseguindo chegar perto”, explica.

Para a pediatra, a prova de que a homeopatia funciona é que mostra resultados reais em quem usa. Mesmo depois de 200 anos, ainda há pesquisadores interessados em saber como ela age. Além disso, Maria Tereza acredita que o mais importante é o bem-estar do paciente, por isso receita o tratamento em vários casos.

“O mais importante é meu paciente estar atendido, estar passando bem. Eu não preciso provar nada para ninguém. Mas a ciência pede e há médicos homeopata que estudam e fazem trabalhos científicos”, defende, e continua:

Mas a homeopatia sobrevive porque ela funciona. As pessoas experimentam e veem funcionar.

Há, ainda, quem afirme que a homeopatia é placebo. Maria Tereza diz que se poderia pensar na hipótese do placebo se funcionasse apenas em adultos, que poderiam estar sugestionados. “Mas como você explica funcionar em uma criança ou bicho? Eles não estão sujeitos à sugestões”, argumenta.

medicamentos homeopáticos

Foto: Istock/Getty Images

Apesar dos benefícios que a homeopatia proporciona, a homeopata a considera uma das alternativas de terapêutica. Também utiliza em seu consultório tratamentos alopáticos conforme o caso. Se a criança aparece com um infecção de ouvido grave ou com a garganta cheia de pus, por exemplo, usa antibióticos.

Mas a homeopatia tem outro ponto interessante: ela trata o organismo do paciente para que entre em equilíbrio e se fortaleça. “[A homeopatia] também pode ser usada como uma forma de medicina preventiva. O organismo nunca está em equilíbrio total e cada um tem um ponto fraco. Tem pessoas que tendem a ter dor de estômago, outros tendem a ter alergias de pele, outras a ter hipertensão”, diz.

Certos medicamentos homeopáticos podem tratar essas tendências para que o organismo aprenda a lidar com elas no futuro. Alguém que é asmático e se trata com homeopatia, por exemplo, sempre será asmático – mas poderá ter crises menos frequentes e menos graves. “Ajuda a tratar o indivíduo como um todo. Não trata uma doença, trata aquela tendência do indivíduo adoecer. Ao equilibrar o organismo, ele passa a se defender melhor”, finaliza.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 237 [1] => 205 [2] => 76 [3] => 222 [4] => 157 [5] => 12 [6] => 249 [7] => 94 [8] => 97 [9] => 267 [10] => 68 [11] => 115 [12] => 186 [13] => 17 [14] => 173 [15] => 175 [16] => 238 [17] => 62 [18] => 92 [19] => 276 [20] => 236 [21] => 25 [22] => 153 [23] => 125 [24] => 16 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence