Supper Better: o jogo que te ajuda a viver melhor
super-better-final-em-alta-media
Inovação > Saúde

SuperBetter: um jogo que te ajuda a viver melhor

Camila Luz em 17 de abril de 2016

Viver significa enfrentar desafios como excesso de trabalho, falta de tempo, problemas de saúde e desilusões amorosas. Para Jane McGonigal, criadora do jogo SuperBetter, manter bons hábitos pode ser a chave para driblar esses empecilhos e viver melhor .

mulher loira em frente a uma janela

Jane McGonigal, a criadora do SuperBetter, te ensina a viver melhor (Foto: via Photopin)

O objetivo do game é fazer o usuário cumprir várias tarefas rápidas que melhoram a rotina, como beber bastante água, andar mais a pé e abraçar a si mesmo. Além disso, o jogador precisa enfrentar vilões como autocrítica exacerbada, sedentarismo e egoísmo.

(descubra como ler 1 livro por semana aqui)

Quem cumpre as tarefas direitinho alcança uma vitória épica, que pode ser, por exemplo, parar de fumar, se recuperar de um divórcio difícil ou se restabelecer após algum tipo de trauma. O SuperBetter, portanto, te deixa mais forte de verdade.

Veja como funciona:

The Adventure Begins from SuperBetter on Vimeo.

Por que jogar?

Por muitos motivos: fortalecer um relacionamento, adquirir uma nova habilidade, encontrar a sua vocação profissional, perseguir um sonho de infância ou simplesmente viver uma rotina mais leve.

O SuperBetter é, também, indicado para pessoas que sofrem com problemas emocionais. Ansiedade e depressão podem ser controladas por meio das tarefas diárias, que visam restabelecer a autoestima, fazendo a pessoa acreditar no seu potencial. O usuário pode, também, se tornar mais organizado e menos estressado, já que adotará hábitos de vida mais saudáveis.

No caso de problemas físicos, o jogo auxilia na superação de traumas causados por acidentes, ou até mesmo na diminuição de dores resultantes de doenças crônicas. Jane é prova de que o SuperBetter pode auxiliar pessoas que passam por esses infortúnios a viver melhor.

Em 2009, precisava se recuperar de um acidente que causou uma lesão em seu cérebro. Tinha dificuldades de concentração e acabava sofrendo para enfrentar as tarefas do dia a dia. A ideia de desenvolver o projeto surgiu nesse momento.

Como especialista em jogos, pensou em uma plataforma que trouxesse motivação para superar diferentes obstáculos. Outras pessoas ficaram interessadas e o resultado foi o SuperBetter.

Ajuda mútua e empatia

Quando jogamos qualquer tipo de game, precisamos dispor de alguns artifícios, como coragem, determinação e criatividade. No caso do SuperBetter, o raciocínio é o mesmo. Você irá reunir suas melhores qualidades, enfrentar desafios, vilões e vencer. Nesse caso, no entanto, é tudo real. Tudo o que acontece dentro do jogo é aplicado no seu cotidiano.

O SuperBetter não é feito para ser jogado sozinho. É possível convidar parceiros que ajudam a completar as tarefas, chamando amigos do Facebook ou encontrando outros jogadores dentro do jogo. Essa é uma forma de desenvolver empatia entre as pessoas, que passam a caminhar juntas por uma vida melhor, ajudando-se de forma mútua.

Além disso, quem atinge seus objetivos é classificado como fonte de inspiração para os outros usuários.

“Jogar pode fazer do mundo um lugar melhor”

Para Jane McGonigal, os jogos podem trazer soluções para resolver os problemas do mundo real. Praticar pode ser útil para o desenvolvimento da memória e da percepção, além de incentivar a resolução de problemas.

Outras empresas já tiveram a iniciativa de desenvolver jogos que aprimorar as habilidades mentais e são didáticos, ou seja, têm o objetivo de ensinar. World Of Warcraft, por exemplo, é um jogo de fantasia que dá aos jogadores habilidades para salvarem mundos, aprendendo hábitos de heróis.

Há, também, jogos que têm foco no aprendizado de uma habilidade específica, como falar uma nova língua. O aplicativo MindSnacks, por exemplo, conta com nove jogos que podem ser usados por adultos e crianças que desejam aprender francês.

Na palestra abaixo, do TED, ela fala sobre o assunto:

Para jogar o SuperBetter, basta baixar o aplicativo, que é gratuito. Já baixou? Conte para a gente se para você funcionou e te fez viver melhor.

photo credit: Jane McGonigal Headshot 2012 via photopin (license)

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 157 [12] => 25 [13] => 66 [14] => 67 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 175 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence