Paris tem sala para que usuários de drogas consumam com segurança
usuário de drogas
Foto: Istock/Getty Images
Inovação > Saúde

Paris tem sala para uso de drogas supervisionado e seguro

Camila Luz em 14 de outubro de 2016

Um hospital em Paris abriu uma sala especial para que usuários de drogas consumam substâncias que substituem craque e heroína em boas condições sanitárias. Eles serão supervisionados por médicos, enfermeiros e assistentes sociais durante todo o processo. O centro foi aprovado pela prefeita da capital francesa, Anne Hidalgo, e pela ministra da saúde, Marisol Touraine. Entretanto, de acordo com o site da BBC, habitantes e políticos da cidade foram contra a criação da sala por acreditar que irá estimular mais o consumo de drogas.

“Nós estamos nos movendo de uma política de redução de risco para uma política de fazer drogas algo consumido todos os dias, de forma legítima”, disse Philippe Goujon, do Partido Republicano, ao jornal francês Le Figaro. “O Estado está dizendo que ‘você não pode consumir drogas, mas vamos te ajudar a consumi-las’”.

A ministra discorda do político e acredita que a instalação da sala é muito importante na batalha contra o vício e os males causados por ele. Touraine e a Hidalgo visitaram e aprovaram as instalações.

Como irá funcionar a sala para usuários de drogas?

A “sala de consumo de drogas com risco mínimo” fica no hospital Lariboisière, perto da estação Gare du Nord, local onde a incidência de usuários de drogas é alta. Para acessar a instalação, há uma entrada separada.

O hospital espera que cerca de 200 pessoas frequentem a sala todos os dias. Indivíduos terão certa privacidade em cubículos para injetar as substâncias que substituem as drogas nas quais são viciados.

Para usar o local, os usuários vão precisar preencher um registro, mas não serão obrigados a fornecer o nome verdadeiro e não serão perseguidos pela polícia no caminho até lá. A única exigência é que sejam maiores de idade.

A instalação será administrada pela associação Gaia, que tem foco no tratamento de viciados. O custo anual de funcionamento está estimado em € 1,2 milhões.

Leia mais:
Por que o MDMA está sendo testado para tratar estresse pós-traumático
Cientistas podem ter curado o HIV pela primeira vez
Ketamina: a droga que pode mudar o tratamento de depressão

Por que a sala para uso supervisionado de drogas pode ser importante

O principal argumento de quem defende a sala é que as substâncias consumidas não serão as drogas originais, que apresentam riscos para a saúde. O ambiente limpo e as injeções esterilizadas reduzem o risco de contaminação dos viciados que compram drogas ilegais de traficantes. Além disso, os viciados estariam em contato com profissionais como médico e assistentes sociais, que poderiam ajudá-los a superar o vício.

De acordo com Touraine, pesquisas feitas em 2011 mostram que mais de 10% dos usuários de droga na França têm Aids e mais de 40% foram infectados pela hepatite C. Agulhas contaminadas e sexo desprotegido são os principais fatores de transmissão.

“Essa sala vai permitir que os riscos de infecção, de transmissão de doenças e overdoses sejam reduzidos”, disse, em entrevista ao jornal Liberátion, segundo site da RFI. “Sempre me preocupei com a situação sanitária de alguns usuários, marginalizados, excluídos, sem nenhum acesso a tratamento. Estigmatizá-los não resolve nada”, completou.

Ao bancar a iniciativa, a França se une a outros países que já têm salas para consumo supervisionado de drogas, como Suíça, Holanda, Alemanha, Dinamarca, Espanha, Canadá e Austrália. Nesses locais, a experiência nos últimos anos foi positiva. Na França, a próxima cidade a testar a ideia é Estrasburgo. Em Bordeaux, uma sala também poderá ser inaugurada em breve.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 157 [12] => 25 [13] => 66 [14] => 67 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 175 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence