Sexo e delivery de pessoas: o que faremos nos carros autônomos
Mercedes Benz: carro autônomo
Carro autônomo conceito da Mercedes Benz. Foto: Reprodução
Inovação > Tecnologia

Sexo e delivery de pessoas: o que faremos nos carros autônomos

Pedro Katchborian em 19 de março de 2017

Assine nossa newsletter

Os carros autônomos devem chegar para revolucionar a próxima década, mas ainda há muitas dúvidas em relação a como esses veículos vão modificar o nosso comportamento. Eles podem mudar a dinâmica das ruas e também modificar os nossos hábitos diários. Sabendo disso, a ABC fez um trabalho de tentar prever como os carros autônomos serão utilizados.

Carros autônomos: sem nenhum motorista. Mesmo

Atualmente, toda regulamentação que já existe sobre carros autônomos prevê a necessidade de um motorista de prontidão para tomar o volante caso ocorra algum problema: a famosa função “take over”. A questão é que pesquisas mostram que a chance de uma pessoa tomar controle de maneira efetiva em uma situação de risco é, no máximo, limitada. Logo, devemos ter a noção de que, com o tempo, os carros autônomos não terão ninguém por trás do volante.

Os humanos já estão mostrando que é bem improvável que cumpramos essa determinação de ficar sempre com alguma pessoa por trás do volante: já há vídeos de dois homens adultos brincando de palminha enquanto um Tesla se dirige na estrada. É sério:

Isso com carros que ainda não são totalmente autônomos. Como alerta a CNET, esse é um dos problemas dessa tecnologia: “ela ainda não é tão autônoma quanto parece“. Ou seja, atualmente, ela pode, sim, gritar para a pessoa tomar controle a qualquer momento.

Tendo isso em mente, um possível uso é o delivery de absolutamente tudo o que você pode imaginar: coisas e pessoas. O uso desses carros vai se dar pela entrega de pessoas e animais. Há até uma previsão de que um ser humano preguiçoso pode mandar o seu cachorro para o parque em um carro autônomo. Carros autônomos também serão ideais para quem bebeu: o carro autônomo será uma opção viável para buscar as pessoas.

Cápsula para dormir e motel ambulante

Outro suposto uso para os carros autônomos é como se fosse uma cápsula para dormir. Imagine alguém com uma reunião em São Paulo, estando no Rio de Janeiro. A pessoa poderia usar um carro autônomo e dormir durante a viagem — carros com essa funcionalidade devem ter camas e até banheiro.

Imaginando que os carros autônomos poderão funcionar quase que como uma casa ambulante, imagine que aproveitaremos toda a privacidade que o veículo der. E o que as pessoas fazem quando têm muito tempo e privacidade? Sexo, é claro. Barrie Kirk, diretor-executivo da Canadian Automated Vehicles Centre of Excellence alertou para o perigo desse hábito.

“Eu prevejo que, assim que os computadores tomarem o controle da direção, vai existir muito mais sexo nos carros”, afirmou para o The Toronto Sun. Barrie reforça que isso não é algo bom, já que se torna mais um impeditivo de passar o carro para as mãos humanas.

A ABC até indica que isso pode modificar a indústria do sexo, além de colocar outras dúvidas: Será que os governos vão tentar regulamentar? Grupos religiosos farão campanhas para banir o sexo nos carros autônomos?”, brinca o autor Jonathan Roberts.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades em primeira mão.

ESCOLHA DO EDITOR
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 237 [1] => 76 [2] => 222 [3] => 12 [4] => 205 [5] => 249 [6] => 94 [7] => 97 [8] => 267 [9] => 115 [10] => 17 [11] => 173 [12] => 238 [13] => 92 [14] => 62 [15] => 157 [16] => 276 [17] => 153 [18] => 25 [19] => 125 [20] => 16 [21] => 236 [22] => 66 [23] => 67 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence

Assine nossa newsletter

e receba nossas novidades em primeira mão.