Sexo e delivery de pessoas: o que faremos nos carros autônomos
Mercedes Benz: carro autônomo
Carro autônomo conceito da Mercedes Benz. Foto: Reprodução
Inovação > Tecnologia

Sexo e delivery de pessoas: o que faremos nos carros autônomos

Pedro Katchborian em 19 de março de 2017

Os carros autônomos devem chegar para revolucionar a próxima década, mas ainda há muitas dúvidas em relação a como esses veículos vão modificar o nosso comportamento. Eles podem mudar a dinâmica das ruas e também modificar os nossos hábitos diários. Sabendo disso, a ABC fez um trabalho de tentar prever como os carros autônomos serão utilizados.

Carros autônomos: sem nenhum motorista. Mesmo

Atualmente, toda regulamentação que já existe sobre carros autônomos prevê a necessidade de um motorista de prontidão para tomar o volante caso ocorra algum problema: a famosa função “take over”. A questão é que pesquisas mostram que a chance de uma pessoa tomar controle de maneira efetiva em uma situação de risco é, no máximo, limitada. Logo, devemos ter a noção de que, com o tempo, os carros autônomos não terão ninguém por trás do volante.

Os humanos já estão mostrando que é bem improvável que cumpramos essa determinação de ficar sempre com alguma pessoa por trás do volante: já há vídeos de dois homens adultos brincando de palminha enquanto um Tesla se dirige na estrada. É sério:

Isso com carros que ainda não são totalmente autônomos. Como alerta a CNET, esse é um dos problemas dessa tecnologia: “ela ainda não é tão autônoma quanto parece“. Ou seja, atualmente, ela pode, sim, gritar para a pessoa tomar controle a qualquer momento.

Tendo isso em mente, um possível uso é o delivery de absolutamente tudo o que você pode imaginar: coisas e pessoas. O uso desses carros vai se dar pela entrega de pessoas e animais. Há até uma previsão de que um ser humano preguiçoso pode mandar o seu cachorro para o parque em um carro autônomo. Carros autônomos também serão ideais para quem bebeu: o carro autônomo será uma opção viável para buscar as pessoas.

Cápsula para dormir e motel ambulante

Outro suposto uso para os carros autônomos é como se fosse uma cápsula para dormir. Imagine alguém com uma reunião em São Paulo, estando no Rio de Janeiro. A pessoa poderia usar um carro autônomo e dormir durante a viagem — carros com essa funcionalidade devem ter camas e até banheiro.

LEIA MAIS
China poderá ter primeira cidade a funcionar com carros autônomos
LEIA MAIS
Uber libera carros autônomos para usuários em teste nos EUA

Imaginando que os carros autônomos poderão funcionar quase que como uma casa ambulante, imagine que aproveitaremos toda a privacidade que o veículo der. E o que as pessoas fazem quando têm muito tempo e privacidade? Sexo, é claro. Barrie Kirk, diretor-executivo da Canadian Automated Vehicles Centre of Excellence alertou para o perigo desse hábito.

“Eu prevejo que, assim que os computadores tomarem o controle da direção, vai existir muito mais sexo nos carros”, afirmou para o The Toronto Sun. Barrie reforça que isso não é algo bom, já que se torna mais um impeditivo de passar o carro para as mãos humanas.

A ABC até indica que isso pode modificar a indústria do sexo, além de colocar outras dúvidas: Será que os governos vão tentar regulamentar? Grupos religiosos farão campanhas para banir o sexo nos carros autônomos?”, brinca o autor Jonathan Roberts.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
ESCOLHA DO EDITOR
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 205 [1] => 76 [2] => 12 [3] => 237 [4] => 97 [5] => 249 [6] => 222 [7] => 62 [8] => 157 [9] => 276 [10] => 259 [11] => 86 [12] => 267 [13] => 94 [14] => 68 [15] => 16 [16] => 167 [17] => 115 [18] => 186 [19] => 17 [20] => 102 [21] => 173 [22] => 238 [23] => 175 [24] => 92 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence