Por que Elon Musk é tido como um dos gênios da tecnologia
17081661237_97a0e18e0e_b elon musk
Elon Musk. Foto: divulgação/photopin.com
Inovação > Tecnologia

Por que Elon Musk é tido como um dos gênios da tecnologia

Kaluan Bernardo em 22 de abril de 2016

Em “Os Vingadores” há uma cena em que Tony Stark, o Homem de Ferro, descreve-se como “gênio, bilionário, playboy e filantropo”. De certa forma, pode-se dizer que essa definição do personagem foi inspirada em Elon Musk, empreendedor sul-africano com fortuna avaliada em mais de US$ 14 bilhões.

Musk já teve alguns negócios de sucesso, mas ele é mais conhecido pelo sistema de pagamento PayPal, pela montadora de carros elétricos Tesla, pela fábrica de foguetes SpaceX ou pela produtora de painéis de energia elétrica SolarCity.

O que essas empresas têm em comum é o fato de estarem todas à frente de seu tempo. Enquanto o PayPal, lançado em 1999, já apostava em transações pela internet, a SpaceX quer nos levar para Marte, e a Tesla e a SolarCity desejam diminuir nossa emissão de gases poluentes.

Tim Urban, do site Wait But Why, que entrevistou Musk, descreve bem a situação:

 

É um paradoxo em que Elon está trabalhando para melhorar nosso planeta ao mesmo tempo que ele está construindo espaçonaves para nós sairmos daqui.

Os primeiros passos de Elon Musk

Musk nasceu na África do Sul em 1971. A história dele é contada de forma parecida com a de alguns gênios: teve uma infância difícil, não ia bem na escola, mas era autodidata e amava ler. Faz sentido. Para o empreendedor, estudar é apenas “baixar dados e algoritmos para seu cérebro” e o problema das escolas normais é a sua “ridiculamente baixa velocidade de download”.

A metáfora não é à toa. Em várias entrevistas, Musk fala de pessoas como se fossem computadores. Nosso corpo e cérebro são o hardware e todos nossos conhecimentos, hábitos, valores e personalidades são o software.

A relação com computadores também é antiga. Musk programa desde os 9 anos. Aos 12, em 1983, fez seu primeiro jogo e vendeu para uma revista de computador. Querendo aprender mais sobre computação, aos 17, deixou a África e foi estudar no Canadá e, mais tarde, nos EUA. Se formou na Universidade de Pensilvânia, com diplomas em Física e Economia.

Em 1995, enquanto acontecia o boom da internet, Musk estava fazendo PhD em Stanford para estudar energia renovável. Mas não quis perder o bonde do universo “.com” e logo foi trabalhar no Netscape — um dos grandes precursores dos navegadores.

 

O Elon Musk empreendedor

A carreira empreendedora de Musk começa com a Zip2, ainda em 1995. A empresa era um diretório online da localização de estabelecimentos físicos — uma espécie rudimentar de Google Maps com FourSquare, bem antes desses serviços surgirem.

Em 1999, quando veio todo furor em cima das empresas de internet, o negócio foi vendido por US$ 307 milhões e, Musk, aos 27 anos, já ficou com US$ 22 milhões no bolso. Em vez de se aposentar com a grana, ele resolveu partir para outros empreendimentos.

No mesmo 1999, Musk criou a X.com, uma empresa que queria ser um banco online. Ela funcionava no mesmo prédio que a Confinity, criada por Peter Thiel, hoje um dos principais investidores do Vale do Silício. As companhias se fundiram e resolveram investir em um sistema de transferência de dinheiro pela internet. Nascia o PayPal. Três anos depois, venderam o negócio por US$ 1,5 bilhão para o eBay.

O Elon Musk megalomaníaco

Foi depois da venda do PayPal que Elon Musk começou a trabalhar mirando realmente alto. Ainda em 2002, começou a ler sobre tecnologias de foguetes e investiu US$ 100 milhões na construção da SpaceX. A empresa tem um objetivo: tornar a viagem para o espaço muito mais barata e, com isso, um dia conseguir nos levar para Marte.

space x 1

 

A missão pode parecer irreal para muitos. Mas a SpaceX já conseguiu alguns feitos inéditos e importantes nessa direção. Um dos mais recentes aconteceu no final de 2015, quando conseguiu enviar um foguete para o espaço e retorná-lo inteiro à Terra. Em missões espaciais convencionais, a maior parte da nave é descartada — o que aumenta muito o custo das viagens.

 

Em 2004, quando a SpaceX ainda estava mal começando, Musk já quis partir para outra. Resolveu investir US$ 70 milhões em uma fábrica de carros elétricos, a Tesla. Os primeiros resultados desse empreendimento começam a provar seu sucesso agora.

Em 2016, a empresa anunciou o Model 3, seu primeiro carro projetado para as massas. O veículo deve ser fabricado apenas em 2017 mas, mesmo assim, conseguiu causar enorme frisson: em apenas uma semana de pré-venda, foram reservados mais de 325 mil unidades. Com isso, a companhia arrecadou nada menos que US$ 14 bilhões (ou R$ 51,6 bilhões na cotação atual do dólar) em apenas sete dias.

Falamos mais sobre a Tesla aqui.

Ele poderia ter parado por aí. Mas em 2006 resolveu investir mais US$ 10 milhões na SolarCity, que já se tornou a maior fornecedora de painéis de energia solar nos EUA e conta com 13 mil funcionários.

Em 2013, Musk ainda apresentou o desenvolvimento do Hyperloop, um sistema de transporte coletivo de alta velocidade, capaz de circular a 1.220 km/h e movido a compressores de ar e movendo no vácuo.

Veja mais no vídeo abaixo (em inglês) da CNN:

 

 

Por fim, Musk ainda fundou a OpenAI, uma organização sem fins lucrativos para pesquisas como desenvolver inteligência artificial de forma segura. Em 2015, o empreendedor, junto com outros cientistas como Stephen Hawking, alertando que, se as máquinas evoluírem indiscriminadamente, elas se tornarão uma ameaça à humanidade.

É claro que nem tudo são flores na carreira de Musk. Em 2008, ele quase faliu a Tesla e a SpaceX, no mesmo ano em que seu casamento acabou. Foi aos 45 do segundo tempo que ele conseguiu provar o valor de suas empresas e obteve mais investimentos para continuar.

Hoje, Musk já está mostrando que seus negócios podem dar certo. Mas ainda é preciso mais tempo para vermos, de fato, até onde ele consegue chegar. Em Marte, com um carro elétrico, movido a energia solar, e capitaneado por uma inteligência artificial? Talvez.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 157 [12] => 25 [13] => 66 [14] => 67 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 172 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence