Desextinção mais próxima: mamutes podem ser clonados em até 2 anos
mamutes
Foto: Istock/Getty Images
Inovação > Tecnologia

Desextinção mais próxima: mamutes podem ser clonados em até dois anos

Pedro Katchborian em 24 de março de 2017

O que você tem em comum com o homem de cerca de 4 mil anos atrás? Os dois viveram para ver os mamutes. O animal, extinto há 4 mil anos graças a caça predatória, poderá ser clonado em até dois anos.

A equipe que lidera a pesquisa é da universidade de Harvard, e afirma que vai colocar o embrião do animal no elefante asiático para dar vida ao mamute. “Nosso objetivo é fazer um embrião híbrido de elefante e mamute”, disse o Professor George Church, um dos responsáveis. “Na verdade, seria mais um elefante com uma série de traços de mamute. Ainda não chegamos lá, mas pode acontecer em cerca de dois anos”, completa.

Elefante asiático Foto: Istock/Getty Images

A tecnologia por trás da pesquisa é a que vem balançando o mundo da ciência: a CRISPR/CAS 9, técnica de edição de gene precisa e barata. A ideia é que a mistura de elefante e mamute tenha características de mamutes como orelhas pequenas, pelos longos e sangue frio.

“Nós estamos trabalhando em maneiras de avaliar o impacto de todas essas edições e basicamente tentando estabelecer a embriogênese em laboratório”, afirma.

O projeto começou em 2015 e desde então o número de edições de genes aumentou de 15 para 45. Segundo o cientista, eles já sabem quais são os genes que modificam orelhas, pelos e sangue. Church disse que essas alterações podem fazer o mamute voltar à vida, mas também salvar a elefante asiático, que está ameaçado de extinção. Como em qualquer caso de clonagem, há dúvidas éticas sobre o projeto.

Em entrevista ao The Guardian, Matthew Cobb, professor de zoologia da Universidade de Manchester, afirmou:

A proposta de desextinção do mamute levanta várias questões éticas — o mamute não era simplesmente apenas um grupo de genes, era um animal social como o elefante asiático moderno. O que irá acontecer quando esse híbrido nascer? Como ele será recebido por outros elefantes?

O objetivo dos cientistas é fazer o embrião crescer em um útero artificial ao invés de usar um elefante fêmea. “Seria antiético colocar a reprodução de uma espécie ameaçada de extinção em risco”, afirma. O plano de crescer o animal em um útero artificial só poderá ser feito daqui a uma década. Atualmente, o laboratório já consegue criar ratos em úteros artificiais.

Cobb volta a criticar o projeto: “a proposta do time de Church em criar o animal em útero artificial é ambiciosa para dizer o mínimo — e o animal resultante não teria nenhuma interação pré-parto com a sua mãe”, afirma.

Mas por que trazer animais como o mamute de volta à vida?

Segundo a publicação científica Science, dois animais estão sempre na discussão em relação a desextinção: o mamute e o pombo-passageiro. A ave foi extinta em cerca de 1900.

A revista diz que os motivos para revivê-los são ecológicos: cada animal tem uma função no ecossistema e na cadeia alimentar. Quando ele é extinto, se não houver uma espécie semelhante, o meio ambiente é alterado. Foi o caso com o mamute e com o pombo-passageiro.

LEIA MAIS
Por que cientistas querem a desextinção de espécies?
LEIA MAIS
Polêmica: projeto de lei quer regulamentar a caça de animais silvestres

Segundo Church, a volta do mamute pode trazer de volta aos Árticos as tundras que existiam durante a última Era do Gelo. Sem os animais, as tundras derreteram, lançaram o dióxido de carbono na atmosfera, acelerando o processo de aquecimento global.

Os críticos, por outro lado, dizem que a volta desses animais pode causar um desequilíbrio, já que os animais podem se reproduzir e uma praga ser criada. Isso é mais improvável no caso do mamute, mas especialistas utilizam ratos como exemplo de criatura cuja criação pode sair do controle.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 205 [1] => 76 [2] => 157 [3] => 12 [4] => 237 [5] => 97 [6] => 249 [7] => 222 [8] => 62 [9] => 276 [10] => 259 [11] => 86 [12] => 267 [13] => 94 [14] => 68 [15] => 16 [16] => 167 [17] => 115 [18] => 186 [19] => 17 [20] => 102 [21] => 173 [22] => 238 [23] => 175 [24] => 236 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence