O que é para que serve um makerspace e um Fab Lab?
olabi
Foto: Olabi Makerspace/Divulgação
Inovação > Tecnologia

O que é para que serve um makerspace e um Fab Lab?

Kaluan Bernardo em 27 de maio de 2016

Makerspace é um espaço comunitário equipado com ferramentas para a criação de projetos e trabalhos de manufatura. Há um tipo específico de makerspace conhecido com Fab Lab, uma abreviação para “laboratório de fabricação” em inglês. Nesse caso o Fab Lab tem um padrão de equipamentos e recursos a ser seguido e é voltado especificamente para criações digitais, enquanto o makerspace pode ou não ser voltado ao universo eletrônico.

Nesses lugares você pode criar de tudo — desde um projeto de uma casa até uma escultura feita em impressora 3D ou uma prótese de plástico para um braço amputado.

Fab Labs e makerspaces estão diretamente relacionados ao Movimento Maker. Em tradução livre, um maker é um “fazedor” — alguém que coloca a mão na massa para materializar algum projeto novo. Ou, como define Gabriela Agustini, do Olabi, um makerspace no Rio de Janeiro:

Maker é uma forma de pensar o mundo que otimiza o uso de materiais e habilidades disponíveis para interferir na sociedade de maneira que você acredita. Isso pode se dar na criação de um produto de tecnologia, na criação de uma performance, de criatividade etc.

Você pode ser um maker para resolver algum problema urgente, criar um negócio ou simplesmente por hobby. O conceito vale tanto para um marceneiro, quanto para o cara que faz gambiarras em sua casa ou a garota que está investindo em uma grande empresa de impressão 3D. “Tem muito mais a ver com o modo de pensar do que com as ferramentas”, diz Gabriela.

No Brasil já existe, inclusive, uma rede de Fab Labs chamada Fab Lab Brasil Network. Em uma palestra TED, Heloísa Neves, representante da entidade, explica o o que é um maker e fala de Fab Labs como a união de pessoas, máquinas e espaços. Assista ao vídeo abaixo:

Fab Lab, makerspace e conhecimento compartilhado

Os Fab Labs fazem parte de uma rede global chamada Fab Foundation que integra mais de 450 espaços ao redor do mundo. É a evolução de um conceito criado em 2001, na universidade do MIT (Massachusetts Institute of Technology, nos EUA). No Brasil, quem responde à associação é a Fab Lab Brasil Network.

Qualquer um pode participar da Fab Foundation e criar um Fab Lab, desde que siga algumas regras específicas, como abrir as portas à comunidade gratuitamente semanalmente e ter equipamentos específicos (como cortadora a laser, fresadora de precisão e impressora 3D). É essencial que todos que participam da rede compartilhem conhecimento uns com os outros.

Há diversos makerspaces e Fab Labs espalhados pelo Brasil. Alguns são gratuitos, outros funcionam com mensalidades que você paga para se tornar membro.

É claro que frequentar um makerspace ou Fab Lab não te fará, automaticamente, ser uma pessoa inovadora. Há diversos conhecimentos avançados sobre design e engenharia que você pode levar anos para aprender. Mas, ao frequentar esses lugares, trocar conhecimento com várias pessoas e testar colocando a mão na massa, você aprenderá mais rapidamente.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 25 [12] => 157 [13] => 66 [14] => 67 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 175 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence