Aplicativo TraffickCam usa fotos para combater tráfico sexual
tráfico sexual_ TraffickCam
Foto: Istock/Getty Images
Inovação > Tecnologia

Aplicativo TraffickCam usa fotos de hotel para combater tráfico sexual

Camila Luz em 4 de agosto de 2016

Qualquer pessoa com um smartphone poderá ajudar na luta contra o tráfico sexual nos Estados Unidos. O aplicativo TraffickCam permite ao usuário compartilhar fotos de um hotel suspeito. As imagens são usadas para rastrear informações sobre crimes que podem ter sido cometidos naquele lugar.

O aplicativo foi criado pela Exchange Initiative em 2015, uma empresa que pretende por um fim ao tráfico sexual.  Foi oficialmente lançado no dia 20 de junho deste ano e já recebeu mais de 50 mil downloads desde então. Estima-se que cerca de 1.700 novas fotos sejam compartilhadas todos os dias.

De acordo com a empresa, criminosos que atuam nessa área postam fotos regularmente de suas vítimas em quartos de hotel em seus anúncios online. O TraffickCam procura por semelhanças entre as fotos compartilhadas pelo usuário e imagens de crimes, para tentar identificar os locais em questão.

Leia mais:
Patente de Apple que bloqueia câmera de smartphone causa polêmica
O impacto da tecnologia no sexo para as mulheres
5 grandes questões de ética da tecnologia

Como funciona o TraffickCam

screenshot do aplicativo onde colocar informações do hotel

Foto: Reprodução

A Exchange Initiative recomenda tirar duas fotos do quarto todo a partir de diferentes perspectivas. Uma delas deve mostrar a cama (a partir do seu pé, não da cabeceira). A outra deve ser tirada da porta de entrada e mostrar o banheiro do local. O usuário também deve fornecer informações como nome do hotel, localização e número do quarto.

O TraffickCam cria um banco de imagens de quartos de hotel para que pesquisadores possam fazer buscas efetivas. Características como padrões do carpete, móveis, acessórios e vistas da janela são comparados com imagens fornecidas pelos usuários. “O algoritmo que está sendo rodado está realmente combinando pontos nas fotos enviadas pelos usuários com imagens criminosas encontradas online”, disse Molly Hacket, uma das criadoras do aplicativo, em entrevista ao site da TV local 10 News, de São Francisco, nos Estados Unidos. 

Além de baixar o aplicativo e compartilhar fotos, qualquer pessoa pode contribuir financeiramente com a causa. A Exchange Initiative está aceitando doações para aprimorar seus mecanismos de combate ao tráfico sexual.

Combater o tráfico sexual

Pessoas de todo o mundo, principalmente mulheres e crianças, estão sujeitas a serem sequestradas e a se tornarem vítimas do tráfico sexual. Foi o que aconteceu com a estadunidense Niki Cross. Aos 15 anos de idade, foi drogada e trancada em um porão. Depois disso, foi vendida e estuprada repetidas vezes durante um ano. “Se tudo isso tivesse terminado antes, eu não teria sido obrigada a suportar tantas coisas”, disse em entrevista ao site da 10 News.

quarto de hotel com chave pendurada na porta

TraffickCam trabalha com semelhanças entre as imagens enviadas e imagens de crimes. Foto: Istock/Getty Images

De acordo com a organização Unicef, o problema pode ser muito maior do que imaginamos. Estima-se que 21 milhões de pessoas estão sendo traficadas o redor do mundo. O lucro gerado por esse mercado ilegal chega a US$ 32 bilhões.

Ainda segundo a instituição, 5,5 milhões de vítimas são crianças, que estão sujeitas a prostituição, pornografia, turismo sexual e casamentos forçados.

Além de capturar criminosos, a Exchange Initiative pretende criar uma consciência acerca dos crimes sexuais cometidos diariamente em todo lugar do mundo. A violência sexual pode estar acontecendo literalmente no quarto ao lado. Quando estão passeando, turistas têm o costume de tirar muitas fotos. Por que não usar esse hábito para tentar salvar vítimas de tráfico sexual?

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 157 [12] => 25 [13] => 66 [14] => 67 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 175 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence