Cabify, WillGo, Televo e EasyGo: as diferenças dos concorrentes do Uber
Man driving and using phone in car
Foto: iStock/GettyImages
Nova Economia > Consumo Colaborativo

Cabify, WillGo, Televo e EasyGo: as diferenças dos concorrentes do Uber

Kaluan Bernardo em 13 de agosto de 2016

O Uber provavelmente você já conhece. Mas e o WillGo, Cabify, EasyGo e Televo? São todos concorrentes do aplicativo de transportes e que também funcionam em São Paulo.

Tanto no Brasil como no resto do mundo, aplicativos como o Uber tem se popularizado cada vez mais. Também pudera: avaliada em mais de US$ 66 bilhões, a proposta da empresa parece ter dado certo.

E São Paulo tem alguns diferenciais que atraem essas empresas. Além de uma população de mais de 11 milhões de pessoas, a prefeitura de uma das maiores megalópoles do mundo liberou o funcionamento dos serviços de transportes de carros particulares.

Mas embora parecidos, esses aplicativos tem algumas diferenças que podem ser importantes para quem usa. Conheça algumas delas:

Diferenças entre principais concorrentes do Uber

Cabify

De origem espanhola, o Cabify tem presença global bem mais modesta. Enquanto o Uber está em 400 cidades, o espanhol está em apenas 16.

No entanto, segundo Ricardo Weder, presidente da operação do Cabify na América Latina, em entrevista ao Valor Econômico, o Brasil pode se tornar a maior operação do app no mundo. Eles dizem ter mais de 10 mil motoristas na capital paulista

A principal diferença entre os dois está na forma de calcular o preço. Enquanto o Uber leva em conta diversos aspectos, como distância, tempo, oferta e demanda, o Cabify foca principalmente na distância: em momentos de engarrafamento, o app pode se tornar uma opção mais vantajosa, enquanto em outros, o Uber se sai melhor. Em comparação feita pelo site Tecnoblog, o Cabify se sai melhor em viagens longas e médias quando há trânsito.

EasyGo

O EasyGo foi a resposta da brasileira EasyTaxi ao sucesso do Uber por aqui. E é daí que vem uma de suas principais diferenças: é possível chamar tanto táxis quanto carros comuns pelo mesmo aplicativo.

Além disso, tal como o Cabify, ele tem preço fixo, de acordo com a distância da viagem. Na mesma comparação feita pelo Tecnoblog, o EasyGo tinha preços maiores que Cabify e Uber.

O aplicativo permite pagar em dinheiro, por cartão de débito e crédito. Em São Paulo, o Uber aceita apenas cartão de crédito e dinheiro.

Leia também:
Como funciona o Cabify, concorrente do Uber que chegou ao Brasil
Entenda como funciona o UberPool

WillGo

Startup indiana, a WillGo também aposta em preços fixos de acordo com a distância. Para pequenas viagens, seu preço tende a ser mais competitivo, enquanto para longas, pode se tornar uma das mais caras.

As principais diferenças do WillGo estão nos recursos de flexibilidade e personalização. É possível escolher diferentes tipos de automóveis, como Sedan, SUV ou até motos para fazerem entregas de objeto.

Também é permitido favoritar seus motoristas preferidos e agendar viagens até 48 horas antes.

Televo

Outra startup brasileira, a Televo aceita cartões de crédito e dinheiro. A principal diferença é em relação aos preços, tanto para os motoristas quanto passageiros. Enquanto o Uber cobra 25% de taxa dos condutores na categoria X, a Televo fica com apenas 15%. Já para os passageiros de São Paulo, eles cobram R$ 1,90 de tarifa base, R$ 1,35 por quilômetro rodado e mais R$ 0,23 por minuto.

Além disso, querem se diferenciar pelo atendimento. Em entrevista à revista Infomoney, André Guidi, cofundador da Televo, diz que a empresa tenta promover comunicação mais próxima e atendimento eficiente para motoristas e passageiro.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 157 [12] => 25 [13] => 66 [14] => 67 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 172 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence