Delivery Reverso aproveita motoboys para doação de alimentos
delivery-reverso
Foto: Istock/Getty Images
Nova Economia > Consumo Colaborativo

Delivery Reverso aproveita motoboys para doação de alimentos

Kaluan Bernardo em 26 de maio de 2016

Todos os dias mais de 50 mil pessoas pedem delivery de comida. Agora imagine se, a cada pedido, o motoboy voltasse com um alimento para doação. Essa é a proposta do “Delivery Reverso”, uma iniciativa da ONG Banco de Alimentos em parceria com uma série de restaurantes.

Quando o cliente recebe o pedido do motoboy ele pode doar qualquer alimento não perecível. O entregador então coloca a comida em sua bolsa e leva de volta ao restaurante. Todas as doações são reunidas e entregues ao Banco de Alimentos, que então as distribui para pessoas carentes.

A campanha já conta com a parceria de mais de 25 restaurantes em São Paulo. Mas, qualquer um que queira participar, pode se inscrever no site deles e participar do projeto.

Veja mais no vídeo abaixo:

O Banco de Alimentos é uma ONG que atua desde 1998 com o objetivo de minimizar os efeitos da fome e combater o desperdício de comida. Eles distribuem alimentos a mais de 42 instituições, que beneficiam ao menos 21 mil pessoas. Além de alimentar quem tem fome, ao arrecadar os alimentos que seriam desperdiçados, diminuem o acúmulo de lixo orgânico.

O desperdício de alimentos no Brasil e no mundo

Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2013, ao menos 52 milhões de brasileiros não têm, todos os dias, acesso á comida de qualidade e na quantidade satisfatória. Estão em uma condição conhecida como insegurança alimentar.

De acordo com a pesquisa, a área rural concentrava o maior número de domicílios com indivíduos em situação de insegurança alimentar: 35,3% (13,9% moderada ou grave). Na área urbana, esse percentual era 20,5% (6,8% moderada ou grave).

cesta com comidas jogadas no lixo

Foto: Istock/Getty Images

Enquanto isso, mais de um terço de toda a comida produzida no mundo é desperdiçada. Em um ano, 1,3 bilhão de toneladas de alimentos é jogado fora. Para produzir toda essa comida, são usados 198 milhões de hectares — território do tamanho do México.

Além dos efeitos sociais, os desperdícios ainda trazem impactos econômicos e ambientais. Cerca de 173 bilhões de metros cúbicos de água são usados para o plantio dos alimentos desperdiçados. Isso equivale a 24% de toda a água usada em agricultura.

Os países desenvolvidos desperdiçam o equivalente a US$ 680 bilhões em alimentos. Os em desenvolvimento chegam a US$ 310 bilhões. O Banco Mundial estima que, se a África Subsaariana, uma das regiões mais pobres do mundo, reduzisse em apenas 1% o desperdício de alimentos, conseguiria economizar US$ 40 milhões por ano.

E, se continuarmos nesse ritmo, o futuro será pior para todos. A organização World Resources Institute estima que, até 2050, quando o mundo deverá ter mais de 9 bilhões de pessoas, a diferença entra a oferta e demanda por alimentos será de 70%. Com o desperdício, muito mais gente passará fome.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 25 [12] => 157 [13] => 66 [14] => 67 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 175 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence