Campus São Paulo do Google tem programa para startups
recepcao_programa para startups
Foto: Divulgação
Nova Economia > Criativos

Campus São Paulo do Google tem programa para startups

Pedro Katchborian em 14 de junho de 2016

O Campus São Paulo, espaço para empreendedores do Google em São Paulo, traz algumas novidades para o mercado de startups. Uma delas é o programa para startups residentes, o primeiro no mundo. Neste projeto, empresas poderão se inscrever para ter a chance de ser uma das dez escolhidas para passar seis meses no Campus São Paulo. As inscrições já estão abertas e vão até o dia 8 de julho. O anúncio das startups selecionadas acontece no dia 5 de agosto e o programa deve começar no dia 22 de agosto. 

Além dos meses de espaço de trabalho sem custo, outros benefícios do programa para startups residentes no Campus São Paulo são oportunidades de intercâmbios globais, com programas de imersão no Vale do Silício, nos Estados Unidos. A empresa ainda vai oferecer acesso à rede de especialistas do Google, a Google Expert Network, que vai trazer mentorias, reuniões com especialistas em vendas, marketing e outras áreas para o Brasil.

O Google deixa claro que não será feito nenhum tipo de aporte financeiro para as startups do Campus São Paulo, que também não precisam dar nenhuma parcela de lucro ou algo do tipo para a empresa. O que o Google pede em troca é “engajamento para a criação da comunidade”, ou seja, que a startup ajude a contribuir para a cultura empreendedora do país.

A ideia é que sejam empresas mais novas, com 6 a 8 pessoas, para que haja espaço suficiente para os membros de cada uma dentro dos primeiros andares do Campus São Paulo. São quatro os critérios para a seleção. O programa para startups procura empresas que:

  • Desenvolvam tecnologias únicas ou apresentem modelos de negócio disruptivos;
  • Busquem solucionar um problema relevante e com alto potencial de impacto;
  • Sejam compostas por um time diverso;
  • Contribuam e se engajem no fortalecimento da comunidade empreendedora.

Fernanda Caloi, gerente de programas do Campus São Paulo, explica mais sobre o projeto. “Não é um investimento, é um lugar no coworking e uma possibilidade de trabalhar com nossa rede”, comenta. Fernanda diz que o Waze foi uma empresa que passou pelo programa para startups do Google no Campus Tel Aviv.

via GIPHY

Programa do Campus São Paulo do Google não é o primeiro do tipo


O Google tem investido no mercado empreendedor brasileiro. Em dezembro de 2015, a empresa anunciou a criação da Launchpad Accelerator, uma aceleradora de startups. As companhias que estiverem neste programa também poderão frequentar o Campus São Paulo. Interessados em participar do projeto podem aplicar clicando aqui

Leia mais:
Startmeup, a empresa que quer democratizar investimentos
5 startups inovadoras em sustentabilidade

Além da Launchpad Accelerator, o Google tem parcerias com outras empresas que fomentam o empreendedorismo. Uma delas é o Startup Farm, a maior aceleradora da América Latina. O maior case de sucesso da empresa é a Easy Táxi, que passou pelo projeto do Rio, em 2012.

A Startup Farm também terá sede no Campus São Paulo e usa a rede do Google para ajudar suas startups. Atualmente, a empresa está em seu 16º programa de aceleração e já tem as inscrições abertas para o seu próximo programa.

Além dessas parcerias, o Google também deve oferecer cursos para novos empreendedores no Campus São Paulo. Um desses cursos deve ser para pais e mães que desejam empreender e as inscrições abrem em breve.  Ficou interessado? Fique de olho!.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 157 [12] => 25 [13] => 66 [14] => 67 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 175 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence