Arquitetos mexicanos mostram que muro de Donald Trump é inviável
donald-trump_muroheader
Foto: Agustin Avalos/Estudio 314
Nova Economia > Criativos

Arquitetos mexicanos mostram que muro de Trump é inviável e megalomaníaco

Camila Luz em 8 de novembro de 2016

Assine nossa newsletter

Durante sua campanha presidencial, o candidato Donald Trump revelou a intenção de construir um muro na fronteira entre Estados Unidos e México. O objetivo seria impedir a entrada de mexicanos  — ou “bad hombres” — no país. Você já parou para pensar como seria essa barreria na prática? A empresa mexicana de arquitetura Estudio 3.14, baseada em Guadalajara, imaginou um muro rosa com mais de três mil quilômetros de extensão. Ele seria chamado de “Prison-Wall”, algo como “muro da prisão” em português.

Como Donald Trump disse que o muro deveria ser “lindo”, os arquitetos o imaginaram dessa forma:

muro rosa

Foto: Agustin Avalos/Estudio 314

O design também foi inspirado no trabalho do renomado arquiteto Luis Barragán, famoso por suas paredes de estuque (tipo de argamassa feito a partir de gesso, água e cal) e pelo uso de cores brilhantes:

muro rosa gigante no meio do deserto

Foto: Agustin Avalos/Estudio 314

O muro se estenderia desde a costa do Pacífico até o Golfo do México, e separaria o sudoeste dos Estados Unidos do norte do México:

muro rosa gigante passando desde a costa do Pacífico até o Golfo do México

Foto: Agustin Avalos/Estudio 314

Segundo Roberto Miranda, designer na empresa, o muro iria abrigar uma prisão para imigrantes, com 11 milhões de pessoas que Donald Trump pretende deportar:

estrutura do muro rosa gigante

Foto: Agustin Avalos/Estudio 314

Outra parte do muro funcionaria como uma fábrica, na qual imigrantes trabalhariam para manter a construção:

estrutura do muro

Foto: Agustin Avalos/Estudio 314

Já os estadunidenses poderiam aproveitar um shopping construído dentro das instalações:

muro gigante rosa

Foto: Agustin Avalos/Estudio 314

Muro megalomaníaco

Com a brincadeira, os arquitetos querem mostrar que é praticamente impossível construir o muro. Em primeiro lugar, Miranda disse ao site Business Insider que a fronteira não fomentaria relações positivas com o México por motivos óbvios.

Além disso, a obra seria bastante cara e o presidente do México, Enrique Peña, jamais pagaria por ela. Ao governo dos Estados Unidos, a construção custaria entre US$ 15 bilhões e US$ 25 bilhões. O alto custo seria gerado pelas cadeias de montanhas existentes na região e pelo clima denso e árido. Esses fatores poderiam impossibilitar a obra. Caso a construção desse certo, o  muro levaria 16 anos para ficar pronto. Por fim, manutenção e contratação de 21.000 agentes para patrulhar a fronteira trariam custos adicionais de US$ 21 bilhões por ano.

muro gigante rosa

Foto: Agustin Avalos/Estudio 314

Portanto, os arquitetos consideram o projeto uma “proposta arquitetônica megalomaníaca”.

pessoas andando sobre o muro rosa

Foto: Agustin Avalos/Estudio 314

Mexicanos unidos contra Donald Trump

A marca mexicana de cervejas Corona também contribuiu com material contra a construção do muro. Ela compartilhou um vídeo chamado “The Wall” (“O Muro”), com o objetivo de inspirar mexicanos a superar desafios e quebrar barreiras.

O vídeo mostra o ator mexicano Diego Luna enunciando a seguinte frase: “Todos nós estamos bravos com o muro que esse homem louco quer construir”. Ele pula e escala diferentes edifícios pela Cidade do México, enquanto um grupo de mexicanos usam escadas para segui-lo até uma parede. O ator ainda acrescenta: “Concentre-se em si mesmo e em lutar por aquilo que você quer. Esses clichês não nos definem”.

O vídeo foi disponibilizado com legendas em inglês:

Segundo o site da BBC, Trump afirmou em setembro deste ano que o México deveria pagar por toda a construção do “belo muro”. Durante discurso em Phoenix, no estado do Arizona, ele disse que iria proteger a fronteira e deixou em aberto a possibilidade de deportar milhões de imigrantes ilegais. Atualmente, os Estados Unidos têm cerca de 55 milhões de hispânicos vivendo em seu território.

Donald Trump venceu as eleições em 9 de novembro.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades em primeira mão.

ESCOLHA DO EDITOR
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 237 [1] => 76 [2] => 222 [3] => 12 [4] => 205 [5] => 249 [6] => 94 [7] => 97 [8] => 267 [9] => 115 [10] => 17 [11] => 173 [12] => 238 [13] => 62 [14] => 92 [15] => 157 [16] => 276 [17] => 153 [18] => 25 [19] => 125 [20] => 16 [21] => 236 [22] => 66 [23] => 67 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence

Assine nossa newsletter

e receba nossas novidades em primeira mão.