Campanha #SexoNaReal convida os brasileiros a falar sobre sexo
projeto amora_sexo real
Foto: Vitor Barão, Projeto Amor(A)
Nova Economia > Criativos

#SexoNaReal: campanha de Cindy Gallop convida brasileiros a falar sobre sexo

Emily Canto Nunes em 14 de julho de 2016

Você pode estar pouco familiarizado com o conceito de sexo social ou compartilhado ainda, bem como com a plataforma Make Love Not Porn — sobre a qual falamos aqui —, mas a verdade é que os brasileiros são grandes entusiastas do movimento pelo sexo real. É que diz Cindy Gallop, o grande nome por trás da plataforma social de vídeos de sexo real e parte do conselho de diversas empresas de tecnologia, como Behance.

Em conversa com o Free the Essence, Cindy disse que os brasileiros são numerosos e assíduos em seu site, muito embora não exista uma versão em português e que os conteúdos não tenham legenda. Foi esse interesse dos brasileiros pelo sexo real que motivou Cindy a participar de uma investigação sobre o assunto em terras brasileiras. “De longe, não tínhamos muito o que fazer pelo Brasil, mas essa iniciativa com o Mesa & Cadeira nos mostrou que o Brasil precisa de nós e que podemos capitalizar o site no Brasil”, conta Cindy, que agora busca um investidor verde-amarelo para escalar seu negócio.

O Mesa & Cadeira é uma iniciativa para ajudar profissionais e empresas a resolver desafios em um curto período de tempo. A fórmula é simples e sempre a mesma: um líder considerado brilhante na cabeceira, um grupo pequeno de profissionais talentosos ao redor da mesa e um projeto. No caso de Cindy e do seu Make Love Not Porn (conhecida pela sigla MLNP) o resultado foi o projeto WTF (Ways to Fuck) e a campanha #SexoNaReal, que até música tema ganhou. “Nosso sonho é que a música Sexo Na Real seja um hit no Carnaval brasileiro”, confessa Cindy, eleita uma das 15 pensadoras mais importantes do mercado publicitário hoje.

Leia mais:
O impacto da tecnologia no sexo para as mulheres
Qual a diferença entre os principais aplicativos de relacionamento

De acordo com ela, a proposta desse Mesa & Cadeira era ter ideias que fizessem o MLNP crescer no Brasil ao mesmo tempo em que se criava uma disrupção em torno da conversa sobre sexo real. “A primeira pergunta que fiz foi quais eram os valores sexuais das pessoas que ali estavam, e ninguém soube responder. Somos ensinados a ter boas maneiras, mas nunca nos dizem como é se comportar bem na cama. Carinho, generosidade, sensibilidade, empatia e honestidade são tão importantes na cama como em outras áreas”, explica. Para ela, compartilhar valores e ações é igual a compartilhar lucros financeiros e sociais:

O futuro do mundo dos negócios é fazer o bem e ganhar dinheiro ao mesmo tempo, e esse é o modelo de Make Love Not Porn.

A importância do sexo real para o Brasil

Para Cindy, o Brasil é especialmente interessante não apenas porque seu site tem muitos acessos vindos do país, mas também porque o brasileiro é um povo conhecido por ser sensual, mas que nem por isso trata sexo de uma forma real. Pelo contrário, o Brasil tem, na sua opinião, que falar mais abertamente sobre o tema para resolver algumas questões que são sérias e urgentes para a nação como o caso recente do estupro coletivo no Rio de Janeiro, o qual Cindy acompanhou enquanto estava no Brasil.

A empresária acredita que esse é o momento do Brasil estudar seus valores sexuais, pois existe uma desconexão entre a forma como o país é visto, sensual, e sua realidade. “O Brasil precisa se examinar como uma nação. Nós somos uma plataforma global, queremos que os países exijam suas identidades sexuais a partir dos seus valores, pois cada país tem uma. Esteriótipos nacionais existem a respeito de sexo também, mas não da mesma forma que existem para culinária, cozinhar ou comer. Com o sexo é diferente porque não falamos sobre. As pessoas fazem amor de uma forma diferente, a depender da cultura da qual vieram, mas daí vem a pornografia e normatiza o sexo globalmente”, ressalta.

poster com frase "mais amor menos pornô"

Poster Party Kit #SexoNaReal Foto: Reprodução/Site

“O Make Love Not Porn é pró-sexo, pró-pornografia e pró-saber as diferenças. O problema da pornografia é que ela se tornou um padrão de educação sexual de uma forma não muito boa. O problema não é a pornografia, o problema é alienar as pessoas de terem conversas saudáveis sobre o sexo real. Quando você vence o constrangimento e o embaraço e fala abertamente de sexo você acerta em cheio no coração da cultura do estupro, da violência sexual, do abuso sexual e de várias relações e casamentos onde as pessoas são infelizes. Ao falar sobre o assunto você normaliza o sexo, deixa as pessoas falarem sobre seus valores sexuais, sobre a forma como de fato deveríamos estar nos comportando em relação ao sexo”, acredita Cindy.

#SexoNaReal: a campanha

Como não poderia deixar de ser, o final do Mesa & Cadeira com o Make Love Not Porn foi celebrado em uma festa realizada no dia 24 de maio em um lugar de nome quase nada sugestivo: L’amour Night Club, em São Paulo. Depois de uma semana de trabalho para trazer o movimento Make Love Not Porn para o Brasil, os organizadores resolveram promover esse evento que, segundo eles, era “tão WTF que nós só sabemos que se organizar direitinho vai ser gostoso pra todo mundo”.

Além da festa, que segundo Cindy foi realmente quente, a conversa com Cindy resultou no projeto WTF (ou Ways To Fuck, em bom português “formas de transar”) e na campanha #SexoNaReal. “Engraçado, imperfeito, melecado, protegido, solitário, acompanhado, diverso, sem regras, com sentimento e com consentimento. #SexoNaReal são todos os sexos que você quiser”, diz o site que reúne os resultados do projeto brasileiro.

emojis do projeto #SexoNaReal

Foto: Reprodução/Site

Uma das iniciativas é uma coleção de emojis safadinhos para os usuários de smartphones mandarem para seus parceiros ao invés daquela tradicional berinjela que alguns usam como símbolo de pênis, por exemplo. O app SexoNaReal com os “SexEmojis” criados pelo grupo já está disponível para Android. Para instalar, basta fazer o download do APK no site, ir em configurações de segurança e habilitar a instalação de aplicativos de “Fontes desconhecidas”. Em breve sairá uma versão para iOS também.

Outro projeto da campanha #SexoNaReal é um Party Kit para download com cardápio de sugestões de bebidas, bolachas e uma espécie de palitos que fazem às vezes de guarda-chuvas de drinks para você se divertir a dois ou em mais pessoas. Tem também uma série de pôsteres que aproveitam expressões tipicamente brasileiras para falar de sexo real. Um bom exemplo é: “Chupa! Sim, por favor” ou, ainda, “Fiquei na mão… E foi ótimo”. Tudo reunido no site para que você faça download e se divirta falando sobre sexo.  E fazendo também.  😉

 

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 157 [12] => 25 [13] => 66 [14] => 67 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 175 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence