Como funciona o Cabify, concorrente do Uber que chegou ao Brasil
Cabify_app
Foto: Istock/Getty Images
Nova Economia > Modelos Disruptivos

Como funciona o Cabify, concorrente do Uber que chegou ao Brasil

Pedro Katchborian em 9 de junho de 2016

Assine nossa newsletter

O Cabify, aplicativo que conecta motoristas e passageiros que surgiu em 2011, na Espanha, chegou ao Brasil em junho de 2016. Disponível em São Paulo, Porto Alegre, Belo Horizonte e Rio de Janeiro, a empresa espanhola espera bater de frente com a Uber, sua principal concorrente em terras brasileiras. O princípio é o mesmo, embora existam algumas diferenças: o usuário seleciona o destino, pede um carro e aguarda pelo veículo. O app está disponível para Android e iOS.

celulares e computador com aplicativo cabify aberto

Foto: Divulgação/Site

Diferente do Uber, que está em mais de 400 cidades, o Cabify está começando a expandir sua atuação só agora e está em mais de 30 cidades de mais de 10 países. Segundo Ricardo Weder, presidente da operação do Cabify na América Latina, em entrevista ao Valor Econômico, o Brasil pode se tornar a maior operação do app no mundo.

Em junho, Weder contou que 10 mil pessoas já haviam se cadastrado para trabalhar como Cabify em São Paulo, sendo que a prioridade na seleção é dos candidatos que não estão cadastrados no Uber. Em dezembro de 2016, eles anunciaram que o uso do serviço pode reduzir em até 45% o custo dos negócios — isso na categoria Corporative, também chamada de Cabify para Empresas, destinada às companhias.

E o preço do Cabify?

A maior diferença do Cabify para o Uber é a maneira de calcular o preço. A empresa espanhola faz a conta da corrida considerando apenas a distância percorrida e não o tempo. Isso significa que o usuário nunca vai pagar a mais caso fique parado em um congestionamento, por exemplo. Também não há a opção de preço dinâmico, taxa do Uber que cobra 1,5 vezes a mais caso não existam tantos carros disponíveis na rua.

screenshot do mapa do aplicativo

Foto: Divulgação

No Brasil, o Cabify por enquanto só existe na opção Lite, equivalente ao UberX. Os preços estão definidos no site da empresa, em que é possível fazer simulações. Em São Paulo, fica R$ 2,90 por km, nos 10 primeiros km, R$1,85 entre os 10 primeiros km e o km 25, e R$3,00 por km a partir de 25 km de viagem. Já o preço de espera após 3 minutos é de R$ 0,40. Há uma tarifa mínima de R$7,00, que passa para R$ 25,00 caso haja reserva. Os valores variam de cidade para cidade.

E assim como o Uber, o Cabify também dá descontos com certa frequência para seus clientes. Novos usuários costumam ganhar R$ 20 de desconto na primeira corrida, mas outros cupons de desconto são divulgados pela empresa com certa periodicidade.

Na hora do pagamento, o Cabify só aceita cartão de crédito. Nada de dinheiro.

Diferenças para os motoristas da Cabify

Interessados em se tornarem parceiros do novo aplicativo podem se aplicar aqui. Para os motoristas, os documentos exigidos para trabalhar como parceiro do Cabify são os mesmos de outros apps: CNH que consta a observação “exerce atividade remunerada”, atestado de antecedentes criminais, certificado de registro, licenciamento de veículo e apólice de seguro de acidentes pessoais para passageiros.

LEIA MAIS
Cabify, WillGo, Televo e EasyGo: as diferenças dos concorrentes do Uber

A empresa exige exames médicos, uma avaliação psicológica e faz um agendamento de capacitação, em que compartilha informações sobre remuneração, planos de benefícios e outros detalhes.

Já as especificações para os modelos de carros são parecidas: os modelos de veículos precisam ser a partir de 2011 e as cores precisam ser neutras (branco, preto, cinza/prata ou cores escuras). Também há a necessidade de ar-condicionado, rádio/MP3, além de carros em perfeitas condições mecânicas e documentações em dia.

Enquanto o Uber fica com 20% nas corridas do Uber Black e 25% nas corridas do UberX, a parcela que o Cabify retém ainda não está definida, embora a empresa afirme que tem um “potencial de renda maior que a média do mercado“. A avaliação anônima do motorista feita pelo usuário também está presente no Cabify.

A intenção do Cabify é começar outras operações em breve: o Cabify Executivo, equivalente ao Uber Black.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades em primeira mão.

  • Preguiça alheia

    Código para ganhar R$ 20,00 no Cabify use= NIMAID1
    Código para ganhar no uber use = uberpreguica

Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 205 [4] => 115 [5] => 17 [6] => 238 [7] => 92 [8] => 153 [9] => 157 [10] => 276 [11] => 125 [12] => 173 [13] => 62 [14] => 16 [15] => 25 [16] => 66 [17] => 67 [18] => 12 [19] => 69 [20] => 127 [21] => 187 [22] => 19 [23] => 154 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence

Assine nossa newsletter

e receba nossas novidades em primeira mão.