Como os carros autônomos poderão mudar o futuro dos trens
autônomos
Foto: Istock/Getty Images
Nova Economia > Modelos Disruptivos

Como os carros autônomos poderão mudar o futuro dos trens

Kaluan Bernardo em 12 de outubro de 2016

Dependendo da cidade onde você estiver lendo esse texto, pode soar estranho falarmos em trens. Mas em países como Índia, Japão, China, Rússia e parte do continente europeu, eles ainda são importantes meios de transporte para viajar entre cidades. No entanto, seu futuro está ameaçado pelos carros autônomos.

A Boston Consulting Group (BCG), uma consultoria estadunidense que analisa tendências, elaborou um estudo sobre a relação entre tens e carros autônomos. Ela diz que em países ocidentais, os trens chegam a dominar entre 10% e 20% do mercado de transporte.

Esse cenário deverá mudar radicalmente entre 2020 e 2025, que é quando especialistas da indústria automotiva acreditam que os veículos autônomos chegarão aos grandes mercados. Entenda por quê.

O que os veículos autônomos podem mudar para os trens

Um dos primeiros atrativos esperados para os veículos autônomos será o aumento de produtividade e valorização do tempo das pessoas.

“Carros autônomos claramente serão mais atrativos do que os carros são hoje”, diz o relatório. “Viagens em estradas não representarão mais uma perda de tempo porque os passageiros poderão usar seu tempo para trabalhar, ler ou dormir, como fariam em um trem. Então uma porcentagem de viajantes de trens deverá mudar para os veículos autônomos”, conclui.

Essa mudança inicial, apenas nas estradas, não deverá ter tanto impacto. O relatório estima que, num primeiro momento, os veículos autônomos “roubarão” apenas 10% dos passageiros dos trens.

No entanto, quando os carros se tornarem mais seguros e começarem a circular dentro das cidades, a mudança será drástica. “Provavelmente será o maior impacto desde o surgimento do automóvel em si”, diz o relatório.

Isso deverá acontecer porque quando os carros autônomos circularem nas cidades, eles deverão funcionar adaptados para o compartilhamento.

Leia também:
Como as mudanças na Ford ilustram o futuro da mobilidade
Uber libera carros autônomos para usuários em teste nos EUA

O compartilhamento deverá acontecer em duas modalidades. Em uma, os passageiros compartilharão a corrida com estranhos, em um modelo semelhante ao do Uber Pool. Em outro, eles alugarão o carro autônomo para fins específicos, de forma parecida com empresas como ZazCar.

O principal motivo para os veículos autônomos impulsionarem o compartilhamento de veículos será a queda de preços, que ficará ainda menor sem a necessidade de um motorista.

A diferença pode ser visualizada no gráfico abaixo. Ela mostra o custo (em centavos de euro) de cada passageiro por quilômetro nos diferentes meios de transporte.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A primeira coluna trata do carro convencional. A segunda é sobre ter um carro autônomo apenas para si. A terceira é referente aluguel dos veículos autônomos. A quarta se refere ao compartilhamento de corridas em carros autônomos para dois passageiros. A quinta vale para três passageiros; e a quarta para quatro passageiros. A linha amarela equivale ao custo das passagens de trens (por passageiro e por quilômetro rodado).

A disputa se torna financeiramente interessante a partir do momento em que os passageiros compartilham a corrida com três ou quatro pessoas.

É claro que os valores mudam muito de um país para outro e dependem de variáveis como custo do combustível e de estrutura ferroviária. O gráfico acima foi feito tendo a Holanda como referência.

O estudo diz ainda que é necessário levar em conta que, em algum momento, os carros elétricos também deverão tomar as ruas e diminuir ainda mais os custos. A Tesla, por exemplo, uma das principais empresas a desenvolver o carro autônomo, também está apostando bastante nos veículos elétricos.

Indo além dos custos, a consultoria também ressalta que muitas pessoas podem preferir os veículos autônomos porque, fora de horários de picos, eles podem ser uma alternativa mais rápida. E podem deixar o passageiro na porta do seu destino após ele ler um bom livro, por exemplo.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 25 [12] => 157 [13] => 66 [14] => 67 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 175 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence