UberEats: conheça o serviço da Uber que deve chegar ao Brasil
uber-eats
Foto: Divulgação
Nova Economia > Modelos Disruptivos

Uber Eats entrega sua comida em São Paulo

Pedro Katchborian em 10 de novembro de 2016

A Uber vai expandir mais uma vez sua atuação no Brasil. Dessa vez, São Paulo foi a cidade escolhida para testar a nova funcionalidade, o UberEats: um serviço de delivery de comida no mesmo esquema do Uber, em que entregadores podem se cadastrar para realizar a entrega de pratos. Por enquanto só quem receber um convite poderá experimentá-lo, mas em breve o serviço será liberado para todos. Mas atenção: o serviço roda em outro aplicativo, que pode ser baixado para iPhone e Android.

No momento a empresa está levantando restaurantes parceiros para fazer parte da rede em uma página de cadastro, mas já existem alguns estabelecimentos confirmados como a hamburgueria Meats, e os restaurantes Cosí e La Peruana. Para quem quer fazer parte da rede de entrega, o cadastro pode ser feito aqui. A ideia da plataforma é rivalizar com serviços como o iFood, HelloFood e o SpoonRocket.

Como funciona o Uber EATS Foto: Divulgação

  1. Baixe o aplicativo no seu smartphone
  2. Coloque o seu endereço de entrega
  3. Escolha o seu prato (nem tosos os pratos de um restaurante estarão à disposição, mas apenas alguns escolhidos)
  4. Pague pelo app (se você já for usuário do Uber)
  5. Acompanhe o preparo do seu prato em tempo real e o trajeto do entregador até o seu endereço

Segundo o site da Uber, a ideia do novo app é priorizar uma rápida entrega. Entre pedir a comida e entregar no local solicitado o processo demora, em média, cerca de 35 minutos. O serviço está disponível em 52 cidades ao redor do mundo, com destaque para os Estados Unidos.

O site da Exame explica que a vinda do UberEats faz parte de uma expansão da empresa na América Latina. Desde que chegou ao Brasil, há dois anos, a empresa tem prestado atenção no país, que está em terceiro lugar em número de usuários, atrás apenas de Estados Unidos e Índia. As duas cidades com maior movimento do Uber estão na América Latina, com Cidade do México em primeiro e São Paulo em segundo.

A ideia é que o UberEats seja implementado primeiro em Bogotá, na Colômbia. A cidade colombiana já está até na lista oficial de cidades no site da empresa. Aliás, Bogotá costuma servir como laboratório de testes de produtos que poderão ser implementados em outros países. Na Colômbia há o UberAngel, em que uma pessoa não chama um carro e sim um motorista que conduz o carro do cliente.

Outros serviços além do Uber Eats

O UberEats indica que a empresa pode trazer outros serviços para cá. A empresa tem vários outros aplicativos ao redor do mundo. No UberHop, testado na cidade de Toronto, motoristas com carros grandes percorre trechos populares na cidade e combinam de pegar pessoas em pontos específicos — algo como os ônibus públicos.

LEIA MAIS
Entenda como funciona o UberPool
LEIA MAIS
Uber testa rede de carros para entrega comida em tempo recorde

Há ferramentas ainda mais ousadas da empresa: disponível na Turquia, o UberBoat disponibiliza viagens em lanchas pelo estreito de Bósforo. Cada viagem custa, em média, R$70 por cada 1,2 km percorridos.

Um que foi testado por aqui foi o UberCopter. São Paulo foi a primeira cidade do planeta a testar o serviço. Nas primeiras semanas foi possível viajar de helicóptero por preços menores do que R$ 50. Depois, a empresa reajustou os valores. O UberCopter também fez testes pontuais em Cannes, durante o festival de cinema, e em São Francisco, no festival de música Coachella.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 237 [1] => 205 [2] => 97 [3] => 76 [4] => 222 [5] => 157 [6] => 276 [7] => 12 [8] => 249 [9] => 94 [10] => 267 [11] => 68 [12] => 16 [13] => 115 [14] => 186 [15] => 17 [16] => 173 [17] => 175 [18] => 238 [19] => 62 [20] => 92 [21] => 236 [22] => 25 [23] => 153 [24] => 125 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence