Reciclagem: onde descartar remédios, cosméticos e óleo
reciclagem
Foto: Istock/Getty Images
Sustentabilidade > Em Casa

Reciclagem: onde descartar remédios, cosméticos e óleo

Camila Luz em 29 de dezembro de 2016

Remédios, cosméticos e óleo são resíduos que não devem ser jogados no lixo comum ou no ralo da pia. O descarte deve ser feito de forma correta para evitar danos ambientais e possibilitar a reciclagem dos materiais que podem ser reaproveitados.

Separar o lixo e descartá-lo nos locais adequados é uma atitude responsável e consciente. Alguns materiais, como remédios ou cosméticos vencidos, podem ser tóxicos e prejudicar o solo e a água. Outros podem ser reaproveitados por meio da reciclagem, evitando que matérias-primas sejam desperdiçadas e mais resíduos se acumulem no meio ambiente.

LEIA MAIS
7 erros comuns na hora de fazer a sua parte na reciclagem
LEIA MAIS
Como é o trabalho com as cooperativas que fazem reciclagem dos pods de Drinkfinity

Descarte consciente e reciclagem

Cosméticos

Cosméticos vencidos podem prejudicar a saúde da pele e do couro cabeludo. Por isso, é preciso ficar atento à data de validade deles. Os vencidos devem ser imediatamente descartados, mas não necessariamente no lixo comum.

Cosméticos líquidos, como shampoos e condicionadores, podem ser descartados em redes de esgoto, como ralos. No entanto, não vale jogar direito no meio ambiente, em rios e lagos.

Cosméticos sólidos e pastosos devem ser descartados no lixo orgânico, junto com outros resíduos domésticos. Eles serão destinados a aterros sanitários para que não contaminem o meio ambiente.

Já esmaltes e removedores são resíduos mais perigosos, por se tratarem de tintas e solventes. O ideal é verificar com o fabricante qual é a melhor forma de descartá-los. Algumas marcas, como a Avon e a Risqué, já criaram programas de reciclagem com pontos de coleta espalhados pela cidade ou envio por correio. Embalagens devem ser enviadas à reciclagem, mas não devem ser lavadas em casa, para evitar o gasto desnecessário de água.

Caso sua cidade não tenha nenhum ponto de coleta, há outras formas de fazer o descarte do esmalte sem prejudicar o meio. Se ainda houver produto dentro do vidrinho, dissolva o conteúdo, limpe-o e o encaminhe para a reciclagem junto com outras embalagens de vidro. Se o cosmético não estiver vencido, mas você tiver enjoado dele, dê para algum amigo ou o utilize de outra forma.

Remédios

O remédio é um produto químico que pode contaminar água, solo e ainda colocar em risco a saúde de pessoas que trabalham nos aterros. Por isso, é preciso incinerá-lo. Mas não faça isso em casa!

Há postos de coleta espalhados pelos municípios, disponibilizados por programas como o promovido pela Eurofarma em parceria com a rede de supermercados Pão de Açúcar. Veja aqui quais são os postos de descarte em São Paulo. Também é possível levar os remédios para qualquer UBS (Unidade Básica de Saúde).

O programa Descarte Consciente, patrocinado por inúmeras redes de farmácia, disponibiliza pontos de coleta em todo o Brasil. Consulte aqui.

Óleo

O óleo é reciclável e pode ser utilizado para fazer sabão, biodiesel e até tinta. Para que isso aconteça, é preciso dar a destinação correta. Nunca descarte o óleo de cozinha na pia ou em qualquer outro tipo de encanamento: ele irá poluir a água e até prejudicar os canos da sua casa.

O óleo usado deve ser armazenado em garrafas PET ou de vidro. Deixe esfriar, para evitar queimaduras, e passe para o recipiente usando um funil. Depois feche bem.

Quando tiver reunido uma quantidade considerável, descarte as garrafas em postos de coleta na sua cidade. Algumas ONGS, como a Óleo Sustentável, fazem esse serviço. Procure o ponto mais próximo da sua casa.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 237 [1] => 205 [2] => 76 [3] => 222 [4] => 157 [5] => 12 [6] => 249 [7] => 94 [8] => 97 [9] => 267 [10] => 68 [11] => 115 [12] => 186 [13] => 17 [14] => 173 [15] => 175 [16] => 238 [17] => 62 [18] => 92 [19] => 276 [20] => 236 [21] => 25 [22] => 153 [23] => 125 [24] => 16 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence