Oito milhões de pessoas estão empregadas por energias renováveis
energias renováveis_emprego (1)
Foto: IStock/Getty Images
Sustentabilidade > Na Rua

Mais de 8 milhões de pessoas estão empregadas por energias renováveis

Camila Luz em 14 de junho de 2016

Mais de 8 milhões de pessoas no mundo estão empregadas pelas energias renováveis segundo um relatório divulgado pela Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA). O estudo levou em conta fontes como solar, eólica e biocombustíveis. A hidrelétrica foi analisada separadamente em uma segunda pesquisa e, sozinha, emprega 1,3 milhões.

O número de pessoas empregadas pela energia renovável apresentou um crescimento de 5% em relação a 2014. O Brasil é o segundo país que mais emprega no setor, com quase 920 mil trabalhadores. Desse número, 821 mil estão na área de biocombustíveis.

O relatório também aponta para outro fato: o setor energético, no geral, está em crise e emprega menos, principalmente, por causa da queda no preço do petróleo. As energias renováveis, por outro lado, continuam a crescer e a gerar mais empregos.

Na China, país que lidera o ranking, há 3,5 milhões de pessoas empregadas pela energia renovável, quase um milhão a mais do que pela indústria fóssil. Nos Estados Unidos, terceiro país que mais emprega no setor de renováveis, o número de empregos cresceu 6%. Por outro lado, vagas para trabalhar com petróleo e gás diminuíram 18%.

Países que mais empregam em energias renováveis

Os países que mais empregam em energias renováveis são China, Brasil, Estados Unidos, Índia, Japão e Alemanha. A Ásia merece destaque, pois o número de vagas na região cresceu 60%.

energias renovaveis

Dentre as nações que mais oferecem trabalhos no setor, quatro ficam na Ásia: China, Japão, Índia e Bangladesh. Países africanos, apesar de não terem entrado para os seis primeiros, também testemunharam crescimentos no setor. Cerca de 61.000 pessoas estão empregadas pela energia renovável no continente.

A energia solar fotovoltaica é a maior empregadora do mundo, com 2,8 milhões de postos de trabalho nas áreas de fabricação, instalação, operações e manutenção.

O segundo maior empregador são os biocombustíveis líquidos (etanol, metanol e biodiesel), com 1,7 milhões de emprego no mundo todo. Em seguida, vem a energia eólica, com 1,1 milhões de postos.

Por que as energias renováveis estão empregando mais

A criação de políticas públicas favoráveis à produção de energia renovável é o motor fundamental para a geração de empregos na área. Na Índia, por exemplo, leilões nacionais e estaduais estabeleceram metas ambiciosas em relação a energia solar. No Brasil, leilões de energia eólica, além do estabelecimento de regras para encorajar a produção local, acabaram criando mais vagas no setor.

Nos Estados Unidos, créditos fiscais feitos por investimentos federais ajudaram a impulsionar o número de empregos na indústria solar. A diminuição dos custos de tecnologia e a criação de políticas favoráveis também impulsionou a criação de empregos na Ásia e na Europa.

A IRENA acredita que o crescimento de empregos continuará forte nos próximos anos. A pesquisa estima que, se as cotas de energias renováveis forem duplicadas até 2030, mais de 24 milhões de pessoas serão empregadas pelo setor no mundo todo.

Brasil, suas hidrelétricas e o biodiesel

As fontes de energia renovável brasileira são, principalmente, os biocombustíveis e as hidrelétricas. O Brasil é o segundo país que mais produz energia a partir da hidreletricidade: 15% da produção mundial se concentra em terras brasileiras. Só perde para a China, responsável por 34% da cadeia.

A produção de biodiesel, principalmente o derivado da soja, bateu o recorde de 3.9 bilhões de litros em 2015. A IRENA estima que empregos na área crescerem 15%, chegando a 162.600 no ano passado.

Leia mais:
Energia renovável pode ser melhor aproveitada no Brasil
O acordo de Paris e o futuro da sustentabilidade a partir de 2016
Como a África pode se tornar o maior polo de energia limpa do mundo

A energia eólica também apresenta crescimento considerável, empregando 41.000 pessoas no país hoje. Já a energia solar contribui com apenas 4.000 vagas. Mas a IRENA acredita que esse valor pode aumentar conforme mais políticas públicas forem criadas e executadas.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 157 [12] => 25 [13] => 66 [14] => 67 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 172 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence