Ataques de tubarão podem ser causado pelo aquecimento global
ataques-de-tubaroes
Foto: IStock/Getty Images
Sustentabilidade > Na Rua

Aumento de ataques de tubarão pode ser causado pelo aquecimento global

Camila Luz em 22 de junho de 2016

Em 2015, 98 ataques de tubarão foram registrados. Esse número é recorde, segundo arquivo do Museu de História Natural da Flórida (EUA). O aumento pode estar relacionado ao aquecimento global.  Altas temperaturas comprometem a fonte de alimento dos animais e os obrigam a mudarem suas rotas.

Tubarões habitam o planeta há aproximadamente 400 bilhões de anos. São animais extremamente resistentes e adaptáveis. No entanto, nunca precisaram lidar com um número tão grande de seres humanos no oceano. O calor intenso leva mais pessoas para a água, invadindo o habitat natural dessas criaturas. No mar, qualquer banhista, surfista ou mergulhador está sujeito a sofrer um ataque.

ataques de tubarao

Os animais também podem estar mudando suas rotas e áreas de caça por causa do aumento da temperatura do oceano . Segundo o site Sharks World, o aquecimento global pode estar reduzindo o estoque de alimento disponível nas áreas onde estão acostumados a viver. Há espécies de peixes que não se adaptam bem à água quente.

Além disso, temperaturas mais altas estão afetando a saúde dos corais em certas regiões, locais que abrigam uma  grande variedade de peixes. Por isso, tubarões estão sendo obrigados a migrar para áreas que ainda apresentam fontes de alimento. Muitas delas podem ficar em praias de áreas de mergulho frequentadas por humanos, como o litoral da Califórnia e o Havaí.

Ataques de tubarão aumentam nos Estados Unidos

De acordo com o National Geographic, os estados da Carolina do Norte e Carolina do Sul registraram 55 ataques entre 1905 e 2014. Só em 2015, foram 10. No Havaí, o número também aumentou consideravelmente, levando pesquisadores a procurar pelo motivo.

Pesquisadores do Instituto de Biologia Marinha do Havaí (HIMB) marcaram tubarões-tigre nas ilhas de Oahu e Maui. Segundo o site Tech Times, eles descobriram que os animais se estabelecem perto de Maui porque a região está repleta de recifes de coral e alimentos. Mas as criaturas também podem estar ampliando sua área de caça por causa do aquecimento da água. Algumas espécies acabam invadindo praias frequentadas por seres humanos.

Leia mais:
Um bilhão de pessoas estarão expostas a inundações costeiras até 2060
Conta no Instagram mostra efeitos das mudanças climáticas no mundo hoje

Apesar dessas conclusões, os pesquisadores acreditam que o aumento do número de ataques de tubarão é causado por mais pessoas na água, incentivadas pelo clima quente. James Sulikowski, professor da Universidade da Nova Inglaterra e especialista em tubarões, concorda com a ideia. Em entrevista à Vice, afirmou: “Você poderia dizer que as mudanças climáticas são um fator? Com certeza. Mais pessoas indo à praia, mais pessoas dentro da água por causa do calor”.

Mas o professor afirma que é preciso sim analisar todos os fatores para entender por que ataques de tubarão estão aumentando. “Há mais pesca recreativa que funciona como isca? Eles estão se movendo para mais perto da costa? E os padrões climáticos? Influenciam?”, questiona.

Quem sofre a maior ameaça? Tubarões ou humanos?

Segundo o site Eco Watch, tubarões estão em perigo – muito mais do que humanos. Cientistas estimam que 100 milhões são mortos todos os anos pela pesca comercial.

Esse número é trágico e deve ser reduzido para evitar que entrem em perigo de extinção. Além disso, esses e outros animais já estão sendo afetados pelas mudanças climáticas, causadas por humanos.

Tubarões são resistentes e adaptáveis. Mas ninguém garante que terão chances de sobreviver caso suas fontes de alimento se tornem muito escassas. Outros desastres naturais causados pelas mudanças climáticas, como o derretimento das geleiras, também podem afetar o habitat natural dessas criaturas.

Tubarões são criaturas importantes

Tubarões estão no topo da cadeia alimentar e são importantes para manter o equilíbrio dos oceanos.  “Se você analisar o mundo todo, há populações [de tubarões] declinando, com certeza”, diz James. “Mas o ponto principal é que eles representam um papel importante no ecossistema. Quando você anula o predador principal, coisas ficam fora de balanço. Você acaba ganhando montes de leões-marinhos que parecem fofos, mas são predadores ferozes e podem realmente estragar o ecossistema”, conclui.

James acrescenta que pessoas julgam tubarões como criaturas “malvadas” por atacarem humanos. Mas a verdade é que esses acidentes só acontecem quando os animais as confundem com comida ou se sentem ameaçados. Ele explica que há uma grande quantidade de pesca recreativa acontecendo perto de onde acontecem os ataques de tubarão. Outros fatores também podem atrai-los, como uma pulseira brilhante ou água turva.

ataques de tubarao 2

Para evitar ataques de tubarão, James aconselha: fique fora da água durante o amanhecer e o entardecer, não use muitos acessórios brilhantes e fique longe de locais onde há pesca.

Se um tubarão aparecer, saia da água calmamente. “Na maioria das vezes, nada vai acontecer. Se você for mordido por um tubarão, meu conselho para você é jogar na loteria, pois suas chances são praticamente as mesmas”, brinca.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 157 [12] => 25 [13] => 66 [14] => 67 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 172 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence