Dinamarca estuda taxar a carne para reduzir o aquecimento global
Dinamarca estuda taxar a carne para reduzir o aquecimento global (1)
Foto: Istock/Getty Images
Sustentabilidade > Na Rua

Dinamarca estuda taxar a carne para reduzir o aquecimento global

Camila Luz em 3 de junho de 2016

A Dinamarca pode começar a taxar a carne para reduzir seu consumo. Segundo a FAO (Food and Agriculture Organization of the United Nations), a produção desse alimento é responsável pela emissão de 18% dos gases causadores do aquecimento global, como metano (CH4) e dióxido de carbono (CO2).

Em 2016, mais de 175 países assinaram o Acordo de Paris. Ele prevê que o aumento da temperatura global deve se manter abaixo dos 2°C. Laura Wellesley, pesquisadora associada ao Chatham House (ONG sediada em Londres), disse ao site Fast Company que reduzir o consumo de carne é essencial para atingir essa meta.

Não acredito que seja possível manter o aquecimento a menos de 2°C sem olhar para o consumo de carne. Isso é necessário para manter as alterações climáticas em níveis seguros.

Para que a Dinamarca atinja esse objetivo, será preciso agir rápido. Por enquanto, as medidas foram aprovadas pelo Conselho de Ética do país e, agora, estão sendo analisadas pelo governo. O primeiro passo será taxar a carne vermelha. Só o gado bovino, sozinho, emite 10% dos gases responsáveis pelo aquecimento global.  Além disso, para produzir um kg de carne, são usados 43 mil litros de água.

Taxar a carne e resolver um problema ético

Taxar a carne significa, também, educar a população a consumir menos esse alimento. De acordo com o Conselho de Ética da Dinamarca, o modo de vida dos habitantes do país escandinavo está longe de ser sustentável.

“O Conselho de Ética considera que os dinamarqueses são eticamente obrigados a mudar seus hábitos alimentares”, diz o comunicado de imprensa que acompanha o relatório sobre o assunto. Taxar a carne seria uma forma de desencorajar as pessoas a consumi-la.

bois e vacas comendo presos em fazendas

Foto: Istock/Getty Images

Além disso, reduzir o consumo de carne vermelha é uma boa forma de começar a diminuir a produção de alimentos que agridem o ambiente. Afinal, é possível se alimentar de forma saudável sem incluir carne no cardápio. Segundo uma pesquisa feita pela Universidade de Oxford, oito milhões de mortes seriam evitadas se o mundo todo adotasse uma dieta vegana até 2050.

Dietas baseadas em carne vermelha levam muito sal. Seu consumo em excesso pode causar aumento da pressão arterial, problemas cardiovasculares e nos rins. Já o bacon, segundo a World Health Organization, pode causar câncer. A Dinamarca acredita que a carne vermelha deve ser taxada seguindo o mesmo princípio usado para cobrar impostos sobre cigarro e álcool, substâncias que também fazem mal à saúde.

No futuro, outros tipos de carne podem ser taxadas também. O valor dos impostos vai variar de acordo com o impacto causado por cada uma delas no meio ambiente.

Reino Unido também estuda taxar a carne para reduzir o aquecimento global

Segundo o site britânico Telegraph, a Chatam House recomendou diretrizes similares para o Reino Unido. Pesquisadores acreditam que a receita proveniente de um imposto sobre a carne poderia ser usada para subsidiar alternativas mais saudáveis e menos prejudiciais para o ambiente, como frutas e legumes. Além disso, taxar a carne a £ 1,76 o kg poderia reduzir seu consumo em 14%.

A Dinamarca e o Reino Unido não estão entre os dez principais países responsáveis pelas emissões de gases causadores do aquecimento global. Segundo dados colhidos pelo Global Caron Project, em 2014, a China foi responsável por 27% das emissões, ocupando a posição de país mais poluente. Os Estados Unidos é o próximo da lista, emitindo 15% naquele ano. A União Europeia, no entanto, vem logo em seguida, com 10% das emissões.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 25 [12] => 157 [13] => 66 [14] => 67 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 175 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence