Por que a ONU está preocupada com a falta de espaços públicos
espaços públicos
Foto: Istock/Getty Images
Sustentabilidade > Na Rua

Por que a ONU está preocupada com a falta de espaços públicos

Kaluan Bernardo em 8 de julho de 2016

Imagine cidades praticamente sem praças, com pouquíssimas calçadas largas, más condições de transporte público e sem espaço para as pessoas circularem. É para esse cenário que caminhamos se não intensificarmos o planejamento das cidades. E esse é o alerta da Organização das Nações Unidas, a ONU, em relação ao espaço público urbano.

O aviso foi dado em um encontro que precedeu a Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Urbano (Habitat III), que acontece em outubro em Quito, no Equador. No encontro de maio, em Barcelona, os mais de 700 representantes municipais concordaram que o espaço público deve ser o foco das atividades sociais, culturais, políticas ou econômicas de uma cidade.

Leia também:
MateriaBrasil, o design sustentável e a biblioteca de materiais conscientes
ActiveDesign: como pensar as cidades para serem mais saudáveis

Por espaço público a ONU entende como “lugares de propriedade pública ou de uso público, acessíveis e agradáveis para todos de forma gratuita e sem intenção de lucro, o que inclui as ruas, espaços abertos e instalações públicas“. Para valorizar tais lugares, é necessário adotar uma política urbana participativa tanto para bairros novos quanto antigos. No entanto, o que parece estar acontecendo até agora é justamente o contrário.

pessoas andando na rua com rostos em blur

Foto: Istock/Getty Images

Por que o espaço público está em xeque

Em grandes cidades, o espaço público ocupa apenas 21% do total. Parte de tal problema se dá ao fato de que as grandes cidades crescerem de forma desordenada — apenas 37% das áreas de desenvolvimento têm planos urbanísticos.

Para Joan Clos, diretor executivo da ONU Habitat (braço da organização que discute o crescimento urbano), “a urbanização é um espelho da sociedade” e, portanto, reflete a crise que o mundo vive. Em entrevista concedida ao jornal El Mundo, ele diz que nosso atual sistema de cidades não funciona e, para nosso bem, terá que desaparecer completamente.

A ONU se preocupa com o fato de em 2013 termos passado da marca de 7,3 bilhões de pessoas. Até 2050, deveremos chegar a 10 bilhões. Índia, China e Nigéria terão crescimento populacional de 37%. Boa parte desse crescimento será absorvido pelas grandes cidades.

A população que mora em grandes cidades em 1950 era de 746 milhões. Em 2014, chegou a 3,9 bilhões. Em 2030 deveremos ter mais de 41 megacidades, com mais de 10 milhões de pessoas. E, até 2045, deverá chegar a 6 bilhões. Por isso, o planejamento urbano desses locais será essencial para nossa sobrevivência. Jhon Wilmoth, diretor da Divisão da população das Nações Unidas do Departamento dos Assuntos Económicos e Sociais, diz:

Gerir áreas urbanas tem-se tornado um dos desafios mais importantes do Século XXI. O nosso sucesso ou fracasso na construção sustentável das cidades vai ser o principal fator de sucesso da agenda da ONU pós 2015.

Realmente é um desafio em tanto, considerando que 633 milhões de pessoas no mundo não têm acesso a algo tão básico como água potável. Segundo a Organização Mundial da Saúde, até 2050, 40% da população estará vivendo em áreas com pouco acesso à água. E, estima-se que mais de 80% da águas usada no mundo hoje não seja nem coletada nem tratada.

Para piorar, são mais de 2,4 bilhões de pessoas no mundo que vivem sem saneamento adequado. Isso tudo precisa ser incluído no planejamento urbano, para evitar que 3,5 milhões de pessoas continuem a morrer todos os anos por problemas relacionados ao fornecimento inadequado de água.

Por esses e tantos outros motivos decorrentes do crescimento populacional desordenado, a ONU está reunindo especialistas para discutir e educar o mundo sobre a importância do planejamento urbano. Vários deles gravaram pequenas aulas, um tanto interessantes, que podem ser assistidas no YouTube (em inglês). Visite a página da organização e confira algumas delas.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 25 [12] => 157 [13] => 66 [14] => 67 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 175 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence