Mercado de orgânicos pode impulsionar pequenos produtores
mercado-de-organicos-consumo-consciente
foto: iStock, Getty Images
Sustentabilidade > Na Rua

Mercado de orgânicos pode impulsionar pequenos produtores

Camila Luz em 13 de maio de 2016

O Brasil é o líder mundial no consumo de agrotóxicos, segundo o Ministério do Meio Ambiente. E, infelizmente, orgânicos ainda ocupam pouco espaço no mercado. Mas pelo incentivo ao trabalho de pequenos agricultores que produzem alimentos mais saudáveis, esse quadro pode começar a mudar.

Arpad Spalding, gestor de projetos do Instituto Kairós, afirma que a procura por produtos saudáveis está aumentado no Brasil. Até novembro do ano passado, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastacimento (MAPA) contabilizou 11.478 produtores orgânicos cadastrados no Brasil.

Mas para Arpad, ainda há um longo caminho a percorrer até que o comércio de orgânicos se torne mais forte do que o de produtos convencionais no país. “A cadeia não está totalmente montada ainda. É preciso instaurar mais políticas públicas de produção, aumentar o número de locais de repasse e melhorar a assistência técnica aos agricultores”, explica.

Além disso, deve-se reconhecer a importância dos serviços ambientais prestados pelos produtores. O cultivo de orgânicos não exige produtos químicos e, por isso, não polui a água, não traz prejuízos para a fertilidade do solo e não agride o meio ambiente em geral. Traz, também, vantagens para quem os consome. Herbicidas, inseticidas e similares podem causar problemas de saúde, como alergias, doenças respiratórias e até câncer.

Como incentivar a produção de orgânicos

Arpad acredita que o próprio governo deve criar meios de incentivar a produção de orgânicos. Ele conta que a Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente de São Paulo pode passar a destinar 10% de seus recursos para a agricultura orgânica.  Essa seria uma forma de remunerar os produtores pelos serviços prestados à preservação do ambiente. “Por enquanto, a ação ainda está na fase de regulamentação. Mas o agricultor precisa ser reconhecido, pois está contribuindo com a sociedade como um todo”, opina.

O gestor também afirma que políticas públicas específicas para o escoamento de alimentos saudáveis devem ser criadas. “Hoje, existe uma estrutura montada apenas para a agricultura convencional”, explica. “Feiras orgânicas são menores e mais escassas. Também não existem centros públicos de distribuição”, diz.

Em geral, orgânicos são distribuídos por supermercados, feiras e lojas especializadas. Muitos desses locais revendem os produtos por preços altos, já que são mais “raros”. Os produtores, entretanto, recebem pouco, para que a empresa intermediária lucre.

Os locais de comercialização de orgânicos ainda são muito reduzidos. Uma alternativa encontrada por agricultores é a venda direta. Há espaços em que consumidores se organizam para comprar diretamente do produtor. Há, também, organizações como o Instituto Chão, em São Paulo, onde os alimentos são repassados ao cliente pelo preço exato de venda.


Por meio da venda direta, profissionais não precisam baixar o preço de seus produtos. Afinal, não há um intermediário buscando lucro. Entra aí a importância da sociedade, que pode se organizar para consumir orgânicos sem depender de grandes empresas. “Se houvessem mais formas de distribuição, o número de agricultores seria maior”, afirma Arpad.

Leia mais:
Instituto Chão e a Economia Solidária: revender produtos pelo preço do produtor
Quintas orgânicos da Embrapa incentivam pomares comerciais e consumo saudável

Dificuldades da produção de orgânicos

A maioria dos produtores ainda aposta em alimentos convencionais de acordo com Arpad. Quando produtos químicos são utilizados, o solo fica pobre em nutrientes. Em regiões onde as chuvas são fortes, pior ainda: o chão fica lavado e pouco fértil. Quem deseja começar a cultivar orgânicos precisa tornar a terra saudável novamente.

Segundo Arpad, o processo de conversão é lento e exige trabalho intenso. Muitas técnicas podem ser utilizadas. Uma delas é a adubação verde. O agricultor planta variedades de leguminosas e gramíneas que produzem bastante matéria orgânica e ajudam a fixar o nitrogênio no solo.

Outra técnica é a cobertura morta, na qual o produtor junta folhas e galhos para criar uma camada vegetal na terra, sem deixá-la exposta. A proliferação de bactérias e minhocas aumenta e o solo fica protegido da erosão. A nutrição é recuperada.

alfaces na terra

foto: iStock, Getty Images

Outra dificuldade enfrentada por agricultores que desejam cultivam orgânicos é encontrar sementes. No mercado, quase todas são convencionais. “Ainda há pouco investimento em pesquisa e desenvolvimento de variedades orgânicas”, afirma Arpad.

Fertilizantes e adubos orgânicos também estão em falta  no mercado, como o termofosfato e torta de mamona.

Vantagens de produzir orgânicos

Para agricultores, as vantagens de produzir orgânicos são inúmeras. Sem causar prejuízos para o solo, estarão de acordo com as legislações ambientais. Além disso, evitam riscos de contaminação. “Muitos produtores utilizam produtos químicos e agrotóxicos de forma inadequada”, explica Arpad. “Poucos recebem assistência técnica e, por isso, acabam contaminando o meio ambiente, a água e a si próprios”, conclui.

Arpad também acredita que, a longo prazo, o cultivo de orgânicos traz autonomia para o produtor. Eles consegue manter sua propriedade sem se endividar pela compra de produtos químicos. Suas terras ficam mais férteis e a capacidade de produção aumenta.

Para Arpad, investir na produção de orgânicos é vantajoso para produtores e consumidores. Quanto mais alimentos estiverem disponíveis para a venda, melhor será a saúde da população e do meio ambiente.

Por outro lado, a sociedade engajada no consumo de orgânicos pode impulsionar a produção e a criação de mais canais de distribuição.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 25 [12] => 157 [13] => 66 [14] => 67 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 175 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence