Como funcionam serviços que combatem o desperdício de alimentos
desperdício
Foto: Istock/Getty Images
Sustentabilidade > Negócios

Como funcionam serviços que combatem o desperdício de alimentos

Kaluan Bernardo em 25 de agosto de 2016

Um terço da comida produzida pelo mundo é jogada fora. Na Europa, 42% desse descarte acontece na casa das pessoas. Além do que fica no prato, há o que é desperdiçado após o plantio, produção, armazenamento, transporte ou estragando nos mercados.

Um aplicativo chamado Too Good To Go (“muito bom para ir”, em português), quer ajudar a mudar o cenário do desperdício de alimentos.

O aplicativo permite que restaurantes vendam a comida que iria para o lixo por preços mais em conta. Os valores dos pratos ficam entre duas e quatro libras esterlinas, o que equivale a aproximadamente R$ 15.

Se você ficou com nojinho, relaxa! A ideia não é comprar a comida que sobra dos pratos das pessoas. O que eles vendem são ingredientes que foram preparados, mas não chegaram a entrar na montagem final do prato.

As refeições são disponibilizadas em determinados horários, normalmente quando o restaurante já está fechando. Obviamente, o cliente não escolhe o que vem no prato, apenas é informado sobre que tipo de comida virá.

O serviço, criado na Dinamarca, funciona em Android e iOS e opera apenas nos países escandinavos e no Reino Unido.

Veja mais no vídeo abaixo:

Outras tecnologias que ajudam a combater o desperdício de alimentos

O To Good to Go não é a primeira iniciativa a utilizar a tecnologia para tentar reverter esse triste quadro de desperdícios que o mundo vive. Outras organizações ao redor do mundo também trabalham nesse sentido de conscientizar e otimizar os processos de distribuição de alimentos. Conheça alguns deles.

Wise Up On Waste

O aplicativo permite restaurantes de medirem quanto, como, quando e onde eles estão desperdiçando comida. Ele tem uma série de ferramentas que ajudam os chefs a acompanharem tais números. No final, compila tudo e manda por email junto com dicas para mudar o cenário. Criado pela Unilever Food Solutions, o aplicativo é gratuito e está disponível para Android e iOS e ainda tem uma versão para web.

LeanPath

Software de gestão para cozinhas. O serviço te ajuda a analisar tudo o que você produz, consome e desperdiça. Ele tem uma série de variáveis que te ajudam a perceber onde o problema é mais grave e o que você pode fazer para corrigi-lo. Se a situação estiver brava, eles ainda oferecem coaching e treinamento pela internet.

Fruta Imperfeita

Iniciativa brasileira e sobre a qual falamos aqui no Free The Essence. O Fruta Imperfeita é um serviço que entrega na sua casa uma cesta de frutas e legumes que, normalmente, seriam descartados por não se encaixarem nos padrões exigidos por supermercados. Estamos falando apenas de padrões estéticos: esses alimentos podem ter uma “cara feia”, mas estão em plenas condições de serem consumidos.

Os pedidos são feitos diretamente no site, por telefone ou por WhatsApp. É possível escolher entre cestas mistas ou que contenham só frutas ou só legumes. O tamanho e o preço variam com a quantidade e a variedade de espécies.

Fruta Feia

Com o slogan “Gente bonita come fruta feia”, o projeto funciona de forma semelhante, mas em Portugal. Todas as semanas eles recolhem, direto do produtor, frutas que também seriam desperdiçadas por razões estéticas, mas que estão em plenas condições de consumo. Uma cesta de oito quilos com oito variedades de produtos sai por € 7.

Desperdício de alimentos: o tamanho do problema

Enquanto um terço da comida produzida é jogada fora, 1 bilhão de pessoas passam fome no mundo, de acordo com o Índice Mundial da Fome de 2010, produzido pelo International Food Policy Research Institute.

Esse desperdício também tem fortes impactos econômicos. Todo o descarte gera um desperdício de alimentos que equivale, aproximadamente, a US$ 750 bilhões todos os anos, segundo a organização World Resources Institute, WRI.

No entanto, o cenário poderia ser muito diferente. O Banco Mundial estima que, se uma das regiões mais pobres do mundo, a África Subsaariana, reduzisse em apenas 1% o desperdício de alimentos, conseguiria economizar US$ 40 milhões por ano, sendo que grande parte desse valor iria para pequenos agricultores.

Leia mais: 
Delivery Reverso aproveita motoboys para doação de alimentos
14 alimentos que você pode replantar em casa
Aplicativos auxiliam a plantar uma horta em casa

Há ainda os custos ambientais. A Organização das Nações Unidas de Comida e Agricultura diz que o desperdício de alimentos é responsável por 3,3 mil toneladas de gases de efeito estufa. Os números são ainda mais gritantes quando olhamos para o futuro. Há uma diferença de 70% entre a quantidade de comida produzida hoje e a que precisará ser produzida em 2050, quando a população deverá chegar a mais de 9 bilhões de pessoas. Evitar o desperdício de alimentos é essencial para conseguirmos sobrevivermos até lá.

Veja mais no infográfico que produzimos:

 

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 25 [12] => 157 [13] => 66 [14] => 67 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 175 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence