Por que você provavelmente vai comer insetos em um futuro próximo
comer insetos
Foto: Istock/Getty Images
Sustentabilidade > Negócios

Por que você provavelmente vai comer insetos em um futuro não tão distante

Pedro Katchborian em 8 de fevereiro de 2017

Comer insetos não parece um hábito saboroso ou higiênico à primeira vista. Mas não se engane: comum em alguns países do Oriente, a alimentação com insetos pode ser um dos pilares do futuro da alimentação. Em tempos de mudanças climáticas, cerca de 30% das terras do planeta são utilizadas para alimentar os animais que comemos.

Mas por que comer insetos parece ser uma das soluções para evitar esse futuro distópico? Primeiro, os insetos criados para alimentação não precisam de muito espaço, reduzindo a quantidade de energia necessária para fazer a nossa comida. Parece difícil de acreditar, mas esses pequenos seres são nutritivos, cheios de proteína e fibras. Um estudo da Universidade de Oxford até mostrou que é mais saudável comer um inseto do que comer um bife.

No filme “The Gateway Bug”, a cineasta Johanna Kelly mostra como essa revolução alimentar pode estar próxima. “O nojo das pessoas é ridículo”, diz ao site Inverse, lembrando que “nojenta é a maneira que os animais são tratados”, afirma.

‘The Gateway Bug’ Trailer – A documentary feature film on the booming American edible insect industry from Cameron Marshad on Vimeo.

No desenvolvimento do filme, a cineasta viu o hábito de comer insetos ser ridicularizado e depois se tornar uma tendência nacional, com startups do Vale do Silício investindo no ramo.

Segundo a ONU, comer insetos também pode ajudar a combater a fome. De acordo com um relatório publicado em 2015, mais de 2 bilhões de pessoas no mundo já colocam insetos em sua dieta. Como os insetos contém cálcio, ferro, magnésio e outros, eles são “extremamente eficientes” para auxiliar populações com problemas nutritivos.

Grilos, alguns tipos de abelha, lagartas e minhocas são alguns dos insetos listados como bons para consumo humano. Aracnídeos também entram na lista, embora não sejam insetos, tecnicamente falando.

Não gosta de comer insetos? Outras tendências para o futuro da comida

Se comer insetos não te agrada, há algumas opções apontadas pelo Insider como possíveis fontes nutritivas para o futuro. Segundo Jim Burridge, da Pennsylvania State University, uma delas pode já estar no seu prato: o feijão é o legume mais importante para o consumo humano. Burridge e sua equipe de pesquisadores está trabalhando para desenvolver e disseminar novos tipos de feijão na África e na América Latina, visando que essas regiões estejam preparados para um futuro com mais impactos das mudanças climáticas.

LEIA MAIS
Qual será o impacto da impressora 3D de comida na alimentação
LEIA MAIS
As tecnologias e tendências para o futuro da alimentação

Além do feijão, há uma opção que já citamos aqui no Free The Essence: o hambúrguer vegano. Um deles é o Impossible Burguer, empresa que faz parte da Impossible Foods. Com restaurantes em Nova Iorque e São Francisco, nos Estados Unidos, o estabelecimento cria hambúrguer que utiliza apenas ingredientes veganos e tem gosto semelhante ao da carne.

Além de ingredientes veganos, avanços tecnológicos e de bioengenharia permitem que cientistas criem carnes em que nenhum animal é morto até chegar ao seu prato. Em 2013, foi criado o primeiro hambúrguer em laboratório ao utilizar as células-tronco dos animais.

Críticos que experimentaram o alimento afirmaram que ela tinha o gosto e a textura semelhante à de um hambúrguer tradicional. O problema foi o preço: R$ 934 mil foi o valor gasto para fazer o hambúrguer. A ideia das companhias que investem no ramo é que o hambúrguer criado em laboratório chegue ao mercado até 2020.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 237 [2] => 205 [3] => 97 [4] => 222 [5] => 62 [6] => 157 [7] => 276 [8] => 12 [9] => 249 [10] => 86 [11] => 94 [12] => 267 [13] => 68 [14] => 16 [15] => 115 [16] => 186 [17] => 17 [18] => 102 [19] => 173 [20] => 175 [21] => 238 [22] => 92 [23] => 236 [24] => 79 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence