Mig Jeans reaproveita jeans e cria peças únicas no Rio de Janeiro
mig-jeans
Foto: Reprodução/Site
Sustentabilidade > Negócios

Mig Jeans reaproveita jeans e cria peças únicas

Kaluan Bernardo em 30 de setembro de 2016

Só para fabricar uma calça jeans são usados 11 mil litros de água. Logo,  não é um material para ser jogado fora na primeira rasgadinha que der, certo? Pensando nisso, a Mig Jeans faz uso dos conceitos da Economia Circular para desenvolver e personalizar peças de jeans.

fundadoras da Mig Jeans ao lado de escada

Luana Depp, Mayra Sallie e Isa Maria Rodrigues Foto: Divulgação

As três sócias, Mayra Sallie, Luana Depp e Isa Maria Rodrigues, garimpam peças em brechós e trabalham com doações para lançar suas coleções. Cada peça é feita de maneira artesanal. “Por sermos uma marca pequena, temos mais controle sobre métodos produtivos, o que nos facilita usar materiais de reuso, reaproveitar material químico e água para a limpeza de nosso espaço”, diz a empresa em seu site.

Além de criar a partir de reuso do jeans, a empresa também customiza roupas na hora, permitindo que o cliente escolha alterar uma peça no momento da compra ou leve uma de sua casa. Elas colocam tachas, desfiam, cortam etc.

O foco no jeans não é por acaso. Além de ser um material que precisa ser reaproveitado por questões ambientais, é também um tecido muito durável e comum nos armários das pessoas e brechós, fazendo com que seja relativamente fácil reaproveita-lo. “Sem contar que é um ícone de uma geração”, comenta Isa.

Isa explica que, para elas, é importante manter as peças por preços acessíveis. Elas implantaram políticas para baratear o custo de suas vendas e ainda promover a sustentabilidade. Se você doar uma roupa à Mig Jeans, pode ganhar até 50% de desconto na compra de uma peça. Sem o desconto, uma calça custa em média R$ 98 e uma jaqueta, no máximo, R$ 128.

No Rio de Janeiro elas vendem suas peças na Babilônia Feira Hype e na Malha, um coworking de moda ética que as incuba. Pela Malha também vendem na loja Rio Design Barra, na Barra da Tijuca. Quem não é do Rio de Janeiro pode comprar pelo Instagram. Isa diz que elas entregam para o Brasil todo e, no futuro, pretendem lançar um e-commerce e ter lojas físicas em outras cidades e estados.

Sustentabilidade com jeans e empreendedorismo na Zona Norte

Isa é designer de moda, Mayra é modelo, enquanto Luana é fotógrafa e figurinista. As três se conheceram em um curso técnico de moda e, em uma disciplina de empreendedorismo, juntaram esforços para rascunhar a empresa, que nasceu em 2015.

Leia também:
Entenda por que a moda sustentável pode ser mais cara
Vintax, a marca de gravatas diferentes de tecidos reaproveitados
menina usando roupa Mig Jeans

Foto: Reprodução/Site

Além da paixão pela moda, compartilhavam origens semelhantes, na Zona Norte do Rio de Janeiro. E isso foi fundamental no desenho da empresa. “Para nós é muito importante representar as minorias das periferias. É muito forte na nossa marca. Nos inspiramos de verdade nessas pessoas. Queremos dar voz a elas e levar a moda sustentável por um preço acessível”, comenta Isa.

Há também muito do DNA e da experiência delas nisso. Inicialmente, a empresa foi pensada para ser apenas um brechó de customização — afinal, garimpar roupas em brechós e personaliza-las era um dos hobbies favoritos das empreendedoras. “Começamos de forma instintiva, acreditando no projeto, sem capital inicial. Fomos apenas juntando nossas próprias roupas e reinvestindo os rendimentos para nosso crescimento”, conta.

Com o tempo, a ideia evoluiu até se tornar uma marca propriamente dita. O conceito e o trabalho rendeu reconhecimento em formas de prêmios, como o 1º lugar da Amostra de Moda Sustentável do Paraty Eco Festival 2015; o 1º lugar da Feira de Negócios Criativos da Juventude do Rio de Janeiro; o 1º lugar no concurso Empurra que Vai, da COPPE UFRJ; e ainda o selo de Empreendimento Sustentável da Shell Iniciativa Jovem. Isa resume:

No Brasil a moda sustentável é vista como coisa de elite. Queremos quebrar isso e chegar à maior população que conseguirmos.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 25 [12] => 157 [13] => 66 [14] => 67 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 175 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence