Ex-engenheiro do Google ensina truque para sentir alegria
alegria
Foto: Istock/Getty Images
Unplug > Corpo e Mente

Ex-engenheiro do Google ensina truque para sentir alegria

Kaluan Bernardo em 30 de outubro de 2016

Chade-Meng Tan foi um dos primeiros engenheiros do Google. Mais especificamente, foi o número 107. Lá dentro ele não ficou conhecido apenas pelas suas habilidades e conhecimentos computacionais, mas principalmente pelos treinos de mindfulness que dava para seus colegas.

capa do livro Joy on Demand

Foto: Divulgação

Recentemente escreveu o livro “Joy on Demand” (“Alegria sobre demanda”, em português), no qual explica um método para conseguir treinar o cérebro com o objetivo de aproveitar melhor o momento presente.

A ideia de Chade é que todos temos diversos pequenos momentos de alegria durante o dia. O problema é que não sabemos saboreá-los e aproveitá-los.

Pense no seguinte exemplo: quando você está com sede e vai até a cozinha tomar um copo d’água, normalmente não presta atenção no ato. Faz tudo no modo automático. Mas se conseguir parar para aproveitar aquele momento, sentir o prazer de ser saciado, o sabor da água gelada correndo por sua garganta. Isso é suficiente para melhorar seu dia. “Não é como um ‘Oba!’. É mais como um ‘Opa, isso é meio legal’”, escreve o engenheiro em seu livro.

O caminho para a meditação

Chade é cingapuriano, filho de militar. Hoje aposentado do Google, sempre teve acesso a riquezas e boa educação. Mas ainda assim se sentia infeliz e pensava que não tinha nada de bom acontecendo em sua vida. Foi quando em uma palestra, ouviu de uma freira tibetana a ideia que mudaria sua vida: o segredo para a alegria e para o sucesso estava no treino mental.

Foi assim que passou a pesquisar mais sobre o assunto e conseguiu desenvolver o método. Ao site Huffington Post, o engenheiro diz ser necessário ter em mente dois fatores: a alegria leva à felicidade; e você consegue se sentir alegre com uma simples respirada.

Para treinar, é necessário entender que a alegria está sempre ao nosso alcance – basta procurar direito, com atenção. Depois disso, é preciso aceitar que, quanto mais você percebe a alegria, mais você a sente.

Um bom jeito para começar a colocar em prática é pela gentileza e compaixão. Quando você usa esses dois elementos, naturalmente se sente alegre. “Um grande segredo da felicidade é oferecer bondade a seu pensamento”, diz ao Huffington Post.

Chade parte de teorias da neurociência e da psicologia sobre a formação de hábitos. Basicamente, quanto melhor nos tornamos em algo, mais fácil é reproduzir aquilo. Inclusive sentir alegria.

Quando nos treinamos para sentirmos esses pequenos pedaços de alegria, estamos criando três fatores que compõem um hábito: gatilho, rotina e recompensa. O gatilho é o momento de prazer; a rotina é percebê-lo; e a recompensa é a alegria em si.

O exercício é simples e rápido, mas pode levar alguém a formas mais formais e complexas de meditação. Perceber algo que soa como trivial, mas na verdade é a base de qualquer meditação.  Chade resume:

Perceber é o pré-requisito para ver. E o que não percebemos, não podemos ver.

 

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 25 [12] => 66 [13] => 67 [14] => 157 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 175 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence