5 motivos para sair do Facebook, segundo a ciência
sair do facebook
Foto: Istock/Getty Images
Unplug > Corpo e Mente

5 motivos para sair do Facebook, segundo a ciência

Kaluan Bernardo em 6 de fevereiro de 2017

Provavelmente você já pensou em sair do Facebook e de outras redes sociais. Seja por raiva após ver uma discussão boba ou por cansaço mesmo, ao perceber que olha o Facebook por tempo demais, quase todo mundo já se questionou sobre a rede social.

E talvez você realmente devesse sair das redes sociais. É um conselho cada vez mais comum, endossado por diferentes cientistas e pesquisadores. Ao passo em que redes como o Facebook já ultrapassam a casa dos 1,8 bilhão de usuários, os motivos para considerar sair dessa estatísticas se tornam mais evidentes.

5 motivos para sair do Facebook

Redes sociais podem contribuir com distúrbios alimentares

Estudo publicado pela University of Pittsbugh vê correlação entre distúrbios alimentares, imagem negativa sobre o próprio corpo e uso de redes sociais. Diversos grupos etários, demográficos e de diferentes classes sociais mostraram a mesma tendência.

A pesquisa foi feita com 1.765 adultos, entre 19 e 32 anos, nos Estados Unidos, em 2014. Participantes que passavam mais tempo nas redes sociais tinha 2,2 vezes mais chances de desenvolver complicações como anorexia, bulimia e outros distúrbios relacionados à alimentação.

Podem te fazer pensar com menos autonomia

sair do facebook

Foto: Istock/Getty Images

Um estudo publicado no Journal of the Royal Society Interface procurou analisar como as opiniões de terceiros podem influenciar a nossa inteligência. Em outras palavras, queriam investigar o poder do chamado “efeito manada”.

Para isso dividiram 100 pessoas em cinco grupos. Em uma ponta ficavam as pessoas mais bem conectadas às outras, enquanto na outra ficavam as mais desconectadas. Os voluntários tiveram que responder perguntas de pensamento analítico cinco vezes. Na primeira, precisavam responder sozinhos, enquanto nas próximas podiam ver, cada vez mais, as respostas de seus colegas.

O resultado foi que quanto mais as pessoas podem ver as respostas uma das outras, mais elas tendem a copiar as respostas. Se por um lado as redes sociais ajudam a procurar por um consenso analítico, por outro elas podam a autonomia na hora de procurar respostas.

Podem encorajar o narcisismo

Quando as pessoas têm a oportunidade de expor suas vidas e ainda comparar-se com a das outras, a tendência natural é que criem um ambiente de puro narcisismo e ostentação. E há alguns estudos que comprovam isso.

Um deles foi feito por pesquisadores da York University, no Canadá, que analisou usuários de Facebook entre 18 e 25 anos. Os voluntários foram convidados a fazer um teste que analisa o Narcisismo em uma escala conhecida como Escala de Rosengerg. A conclusão foi que, quanto mais a pessoa usava o Facebook, mais ela tendia a ser narcisista e insegura.

LEIA MAIS
5 redes sociais para quem é ligado em gastronomia
LEIA MAIS
Pensando em fazer um detox digital? Saiba como e por que

Redes sociais podem causar depressão

Outra pesquisa, da University of Pittsburgh, revelou que o uso excessivo de redes sociais pode se conectar à depressão em adultos jovens.

A pesquisa foi conduzida com 1.787 estadounidense entre 19 e 32 anos. Após fazerem um teste que avalia escalas de depressão, eles perceberam que um quarto das pessoas com redes sociais tinham índices altos da desordem. Mais do que isso, perceberam que quanto mais tempo a pessoa passava nas redes sociais, maiores suas chances de desenvolver a doença. Indivíduos que fiavam muito tempo nas plataformas tinham 170% mais chances de serem diagnosticados como depressivos.

As redes sociais realmente atrapalham no trabalho

Sair das redes sociais pode ser essencial para alavancar sua carreira. Cal Newport, especialista em produtividade, já disse isso. Ele defende que você deveria sair para sempre e aproveitar o tempo e energia mental em sua vida e carreira.

Newport não está sozinho. Há diversos estudos e publicações que também revelam diversos motivos para sair das redes sociais. Pesquisadores da University of Bergen, na Noruega, conduziram um estudo com 11 mil pessoas e mostram que o uso das redes sociais no trabalho de fato atrapalha a produtividade.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 237 [2] => 205 [3] => 97 [4] => 222 [5] => 62 [6] => 157 [7] => 276 [8] => 12 [9] => 249 [10] => 86 [11] => 94 [12] => 267 [13] => 68 [14] => 16 [15] => 115 [16] => 186 [17] => 17 [18] => 102 [19] => 173 [20] => 175 [21] => 238 [22] => 92 [23] => 236 [24] => 79 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence