Conheça a Zenta, a pulseira que monitora emoções
Connection-Bluetooth-iPhone-Zenta1
Foto: Divulgação
Unplug > Corpo e Mente

Conheça a Zenta, a pulseira que monitora emoções e ajuda a lidar com o estresse

Pedro Katchborian em 3 de julho de 2016

Tecnologias vestíveis já são capazes de monitorar nossos passos, calorias gastas, batimento cardíaco, tempo de sono, entre outras funções. Pautada na ideia de que falta uma preocupação com as nossas emoções, a empresa britânica Vinaya lançou a Zenta, uma pulseira que promete medir, além de sinais vitais e outras funções, a felicidade e o estresse das pessoas que a usam.

Assista ao vídeo que promove o dispositivo:

Assim como outras pulseiras ou relógios inteligentes, a Zenta também monitora o exercício e o sono, além de ter notificações das redes sociais, mensagens e emails ao sincronizar com o celular. Mas a questão que chama a atenção é a monitoramento das emoções: ao cruzar e mensurar dados de temperatura do corpo, pressão, batimentos cardíacos, respiração e até ciclo menstrual, ele guia a pessoa para se acalmar e mostra maneiras de se equilibrar. Quando uma pessoa ultrapassa os limites do estresse, a Zenta identifica e sugere rápidos exercícios de respiração para tentar mudar o humor da pessoa, por exemplo.

O design unisex é inspirado pelo mininalismo escandinavo e parecido com o de outros acessórios do tipo no mercado, mas essa tem como objetivo ser mais discreta. Segundo a empresa, o vestível é resistente à água, durável e confortável.

Financiada pelo Indiegogo, a Zenta ultrapassou os US$ 218 mil arrecadados, com mais de mil contribuidores — a meta era US$ 100 mil. Pelo crowdfunding, a pulseira saiu por preços que variavam de US$ 119 a US$ 4.999, dependendo do pacote de benefícios escolhido. No mercado, a unidade será vendida por preços de US$ 249 a US$ 299. Quem comprou pelo Indiegogo deve receber o produto em março de 2017.

Esse não é o primeiro vestível da Vinaya, que nasceu em 2013. Em 2014, a companhia criou a Altruis, uma coleção que inclui um anel e um bracelete que vibram caso a pessoa receba notificações no celular.

A ciência por trás da Zenta

A tecnologia da Zenta foi feita por neurocientistas, psicólogos e cientistas da computação. As diferentes emoções são relacionadas com padrões biométricos observados com o tempo, que então são correlacionadas a outras informações como níveis de atividade, eventos no calendário e quantidade de notificações no celular. Depois, a informação é resumida usando o algoritmo e, dessa forma, chega-se a um tipo de emoção, baseado em um mapa tridimensional de sentimentos, que você pode ver abaixo:

ilustração com diversos pontos que a pulseira trabalha

Foto: Divulgação

Já o hardware conta com Bluetooth, acelerômetro, sensor ótico biométrico, microfone e sensor de temperatura, entre outros. A bateria dura até cinco dias e é carregada em três horas com um dispositivo USB.

Leia mais:
Tecnologia assistiva: Glassouse é um mouse para deficientes
Meditação guiada por aplicativos alivia estresse

O aplicativo do Zenta é capaz de mostrar as métricas de seu corpo e mente, sugerindo atividades para a pessoa construir hábitos melhores. Em relação as notificações do smartphone, é possível filtrá-las, para ajudar o usuário a focar e priorizar sua atenção no que importa.

A função Emoticons 2.0 é destinada a quem gosta de compartilhar tudo, mostrando o seu estado emocional através de representações visuais. Veja abaixo um exemplo das métricas que a pessoa pode ver: horas de sono, fluxo criativo, meditação, picos de estresse e outras informações. E aí, ficou interessado?

mulher rindo encostada na parede com gráficos do happiness ao lado

Foto: Divulgação

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 25 [12] => 157 [13] => 66 [14] => 67 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 175 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence