7 espaços abandonados que viraram parques
highline1
High Line (Nova Iorque, EUA) Foto: Istock/Getty Images
Unplug > Escapadas Urbanas

7 espaços abandonados que viraram parques

Pedro Katchborian em 6 de julho de 2016

Um grande problema das metrópoles costuma ser arranjar espaços para trazer mais verde entre avenidas e prédios e trazer uma qualidade de vida maior para os cidadãos. No Brasil, a quantidade de parques e áreas públicas ainda está longe de ser a ideal.

Em Londres, são 18,1m² de parques ou praças públicas por habitante. No Brasil, a cidade que mais se aproxima desse número é Curitiba: 13,6m² de parques por pessoa na cidade. Em São Paulo, o número é apenas 2,67m² por habitante. O número indicado pela Organização Mundial da Saúde e a ONU é de 12m² por habitante.

Uma solução para essas cidades é aproveitar espaços públicos que já existem, mas que necessitam de reformas para se transformar em áreas verdes. Nos últimos anos, algumas cidades têm aproveitado locais abandonado como aeroportos. Em Berlim, o aeroporto Tempelhof já foi transformado em um parque em 2010 e se tornou um querido espaço dos habitantes da capital alemã. Este ano, o parque foi transformado em um campo de refugiados. Seguindo esse modelo, a cidade de Quito, no Equador, também inaugurou o seu parque-aeroporto, em abril de 2013, chamado Parque Bicentenário.

Leia mais:
Cidade ativa: a ONG que usa o urbanismo para promover a saúde
Hortas urbanas ao redor do mundo estimulam contato entre pessoas

Outro espaço que tem sido utilizado para as cidades criarem novos parques é o de linhas de trens abandonadas: em Sydney, foi inaugurado em 2015 o The Goods Line, projeto que usa uma linha de trem para criar um espaço público no centro da cidade. A antiga linha ferroviária também foi utilizada para criar o The 606, parque que fica na Logan Square, bairro de Chicago já famoso por suas áreas verdes.

Talvez o mais famoso desses parques que utilizam a linha de trem da cidade seja o High Line, na cidade de Nova Iorque. Inaugurado em 2009, o espaço foi feito em uma seção elevada da New York Central Railroad, percorrendo a cidade por mais de 2,3 km.

Conheça alguns parques em espaços que não são tradicionais

minhocao

Minhocão (São Paulo, Brasil) Foto: Istock/Getty Images

berlim

Tempelhofer Feld (Berlim, Alemanha) Foto: Flickr/Sebastian Michalke

highline site

High Line (Nova Iorque, EUA) Foto: Reprodução/Site

The Goods Line_Photography Florian Groehn

The Goods Line (Sydney, Australia) Foto: Florian Groehn

The 606

The 606 (Chicago, EUA) Foto: Divulgação

The-Hamless-Cemetery-martin_vmorris1

Tower Hamlets Cemetery Park (Londres, Inglaterra) Foto: Flickr/

Minhocão (São Paulo, Brasil)

Quando está fechado, o Minhocão costuma lotar de ciclistas e skatistas. O Elevado Costa e Silva fecha às 15h no sábado e reabre na segunda pela manhã, também fechando durante a semana entre 21h30 e 06h30, mas há discussões para que ele se torne um parque em todos os horários.

Parque Bicentenário (Quito, Equador)

Localizado no coração da cidade de Quito, no Equador, o Mariscal Sucre International Airport foi transformado no Parque Bicentenário em abril de 2013

Tempelhofer Feld (Berlim, Alemanha)

De 1920 a 2008, funcionou o aeroporto Tempelhof, em Berlim. O projeto para transformar a área de 386 hectares em um parque foi inaugurado em 2010 e tem áreas para ciclistas, skatistas, corredores ou para quem apenas quer passear.

High Line (Nova Iorque, EUA)

Em uma cidade com tantas atrações turísticas como Manhattan, o High Line foi inaugurado em 2009 e já conquistou o coração de turistas e moradores. Feito na seção em desuso da New York Central Railroad, o local conta com área verde e diversas atrações.

The Goods Line (Sydney, Australia)

Assim como o High Line, a ideia do The Goods Line é utilizar um espaço em que passava trens. Além da criação de um parque entre a praça de Trens e a Porto Darling, o local revitalizou o centro urbano da cidade.

The 606 (Chicago, EUA)

A partir dos anos 1990, o tráfego de trens em Chicago começou a diminuir. Logo o trecho ferroviário do bairro Logan Square ficou abandonado. Em 2015, foi inaugurado o The 606, parque com espaço para ciclistas, corredores e espaços para eventos.

Tower Hamlets Cemetery Park (Londres, Inglaterra)

O Tower Hamlets Cemetery Park foi inaugurado em 1841 e tem uma vasta história: bombardeado na Segunda Guerra Mundial, o local foi acolhido por locais na década de 1990 para deixar o espaço com mais cara de parque.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 25 [12] => 157 [13] => 66 [14] => 67 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 175 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence