Como se hospedar de graça durante a sua viagem
hospedagem de graça
Foto: Istock/Getty Images
Unplug > Escapadas Urbanas

Como se hospedar de graça durante a sua próxima viagem

Pedro Katchborian em 28 de outubro de 2016

A hospedagem costuma ser uma parte cara da viagem, junto com a passagem. Em viagens internacionais, então, às vezes nem o Airbnb salva. Segundo uma pesquisa, o brasileiro gasta, em média, quase R$ 400 por hospedagem nas viagens. Mas se acalme: a economia colaborativa e compartilhada continua se reinventando para ajudar turistas e viajantes. Há algumas maneiras de se hospedar de graça durante a viagem — mesmo que o destino seja fora do país.

Três maneiras de se hospedar de graça

Couchsurfing

Uma das maneiras mais famosas de conseguir se hospedar de graça é com o couchsurfing. Nessa plataforma, pessoas oferecem suas casas para turistas e viajantes. Como diz o nome couchsurfing (surfar no sofá), a ideia é oferecer um cantinho na casa — de preferência, um sofá confortável — para o viajante passar a noite ou alguns dias.

homem dormindo no sofá ouvindo música

Foto: Istock/Getty Images

Há sites especializados que oferecem essa conexão entre anfitriões e turistas. O maior deles é o Couchsurfing, que conta com mais de 4 milhões de usuários em 180 países diferentes. É possível tanto encontrar uma casa por alguns dias como até se oferecer para mostrar a cidade por um dia só. Também é comum anfitriões ou viajantes organizarem eventos entre praticantes para incentivar o intercâmbio cultural entre as pessoas.

Para os mais receosos em abrir a sua casa para estranhos, o Couchsurfing oferece recursos para verificar os usuários e garantir a segurança de todos. Até por isso, as pessoas podem ou não aceitar as hospedagens.

Home Exchange

A plataforma Home Exchange é digna de um reality show: nela, turistas podem trocar de casas para ter hospedagem de graça. Portanto, se você é de São Paulo, é só escolher a cidade neste menu e ver quais são as pessoas que se interessam em vir para a capital paulista: há gente de todos os cantos do mundo, como Itália e Austrália.

É possível ver quando que a pessoa tem disponibilidade para vir ao Brasil e se a troca de casas precisa ser simultânea ou não. Escolhendo a data, as pessoas trocam de lar e ficam no local pela data determinada.

LEIA MAIS
Google Trips e outros aplicativos para organizar e curtir melhor sua viagem

Neste caso, há uma taxa que deve ser paga para a plataforma: são R$230 por ano, o que vale muito a pena para quem viaja bastante e troca de casa pelo menos uma vez anualmente. Há um teste de graça por duas semanas.

Grupos no Facebook

Há também uma opção um pouco mais trabalhosa, mas que pode ter o mesmo efeito: conhecer novas pessoas, além de, é claro, conseguir hospedagem sem pagar um centavo. Há dezenas de grupos no Facebook de pessoas que estão interessadas em se hospedar de graça. O maior deles no Brasil é o Coushsurfing CsF, específico para brasileiros. Há também o Couchsurfing das Minas, para mulheres que querem se hospedar de graça em casas de outras mulheres. Portanto, se você busca um lugarzinho para ficar, pode tentar a sorte nos grupos.

O mesmo vale para outros espaços: há vários grupos específicos de brasileiros em determinados países: é só por procurar “brasileiros em…” que uma lista de diversos grupos aparece.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 25 [12] => 66 [13] => 67 [14] => 157 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 175 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence