Os 5 destinos mais baratos para viajar e quanto custam
viajar barato
Cairo, Egito Foto: Istock/Getty Images
Unplug > Escapadas Urbanas

Os 5 destinos mais baratos para viajar

Kaluan Bernardo em 16 de dezembro de 2016

Com vontade de viajar pelo mundo, mas com pouca grana? Não se preocupe, há destinos bem baratos e lindos que não te custarão tanto. Em todos eles você consegue viver, visitar e passear com menos de R$ 50 por dia. O site “Quanto Custa Viajar“, uma startup brasileira que ajuda a calcular os custos das viagens, listou os destinos mais baratos do mundo.

Separamos cinco deles para dar algumas dicas de como aproveitar o rolê e ter as férias que você sempre quis, mas achava que seriam caras demais. Os valores são todos fornecidos pela plataforma.

Cidades que você pode visitar com pouco

Dempassar — Indonésia

O Sudeste Asiático é uma das regiões mais baratas do mundo para se viajar. E a Indonésia não é exceção. O país tem a segunda biodiversidade mais rica do mundo, o que significa uma paisagem mais bela que a outra. Dempassar é a capital e a maior cidade da ilha de Bali, uma das 13.667 ilhas indonésias.

Além da beleza natural, a região é cheia de resorts dos mais belos. E tudo por preços baixíssimos. Um café da manhã lá pode sair entre R$ 1 e R$ 4. Já um jantar sai entre R$ 3 e R$ 12. Já os hotéis podem custar entre R$ 25 e R$ 75. O transporte também é barato — dificilmente você gastará mais do que R$ 4 ao dia.

A única coisa que realmente será um pouco cara, por conta da distância, é a passagem de avião, que deve sair em torno de R$ 4,2 mil (ida e volta). O Quanto Custa Viajar diz que, na cidade, você gastará entre R$ 24 (como mochileiro); 50 (no modo econômico); e R$ 146 (com mais conforto) por dia. Nada mal para conhecer uma das regiões mais belas do mundo.

Cairo — Egito

A capital egípcia também é um tanto barata para se viajar. E sobre as opções turísticas poderíamos ficar muito tempo falando. Mas podemos citar as mais famosa: as pirâmides, incluindo a de Gizé — uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo, ainda de pé. Do Cairo à pirâmide você não deverá percorrer mais do que 20 km.

viajar barato

Cairo, Egito. Foto: Istock/Getty Images

Ainda poderá conhecer o rio Nilo, o mais extenso do mundo; a bela cidade de Hugharda, às margens do rio Vermelho, e Mênfis, uma das cidades mais antigas do mundo. Vale ainda visitar o Museu do Barco Solar e, claro, a esfinge! Tudo isso do lado do Cairo. Mas o ponto alto da viagem deverá ser a Pirâmide de Gizé.

O bom é que, novamente, você deverá gastar bem pouco. De acordo com o Quanto Custa Viajar, um café da manhã sai entre R$ 2 e R$ 4. O jantar sai entre R$ 5 e R$ 9. Para entrar no Museu Egípcio você pagará em torno de R$ 11; no templo de Ramsés, R$ 4 ; e no platô de Gizé, R$ 9.

A passagem de avião (ida e volta) custa aproximadamente R$ 3.480. Além dela, o que pode pesar um pouco no bolso são os passeios turísticos, como uma excursão particular de sete Noites no Cairo, Gizé e Luxor incluindo cruzeiro no Nilo e voos domésticos, que sai quase R$ 1,900.

Mas via de regra, você gastará pouco para ficar na cidade do Cairo. Se for como mochileiro, irá gastar aproximadamente R$ 31 por dia; enquanto se for no econômico desembolsará R$ 62 ao dia; ou, no modo mais confortável, deverá desembolsar aproximadamente R$ 120 diários.

Hanoi — Vietnã

Muitas pessoas ainda têm uma má imagem do Vietnã, que ficou marcado por uma triste guerra entre Norte e Sul, com forte intervenção dos Estados Unidos na década de 1970. Mas a verdade é que o país também tem uma vegetação riquíssima, com mais de 800 espécies registradas. Há ainda as praias paradisíacas, como é normal no Sudeste Asiático

Hanoi, Vietnã. Foto: Istock/Getty Images

Hanoi, Vietnã. Foto: Istock/Getty Images

Hanoi, capital do país, é uma grande cidade, cheia de cores, pessoas, culturas e atrações. O país é muito rico culturalmente e guarda tradições milenares, apesar de toda sua modernidade. A culinária vietnamita também vale uma citação a parte, repleta de temperos e iguarias diferentes.

Tal como na Indonésia e outras regiões do Sudeste Asiático, a alimentação lá é muito barata. Um café da manhã sai por preços aproximados de R$ 4 a R$ 6, enquanto um jantar ficará entre R$ 7 e R$ 9. A hospedagem pode variar bastante, entre R$ 20 e R$ 170 pela diária de hotel. Já no transporte, você gastará pouco mais do que R$ 5 ao dia.

Dessa forma, o valor gasto por dia pode variar entre R$ 35 ao dia (como mochileiro); R$ 43 (no modo econômico); ou R$ 319 (com o máximo de conforto). Novamente, o que pesa (bastante) é a passagem de avião, na casa dos R$ 9,6 mil.

Catmandu — Nepal

Mais um destino na Ásia, dessa vez na região dos Himalaias. Catmandu é a capital e maior cidade do Nepal. Ela fica a 1.400 metros de altura e atrai principalmente fãs de escaladas e trekking. Com mais de 1 milhão de moradores, a cidade tem poluição, trânsito caótico e pobreza, mas também tem muita beleza e riqueza cultural.

Possivelmente uma das cidades mais antigas da humanidade, Catmandu tem belíssimos templos hindus — muitos construídos no século 12. Tida pela Unesco como um patrimônio da humanidade, a capital é parada obrigatória para turistas na Ásia.

LEIA MAIS
Como é viajar o mundo trocando trabalho por hospedagem
LEIA MAIS
Como se hospedar de graça durante a sua próxima viagem

Felizmente, tudo lá é barato. Um café da manhã custa entre R$ 2 e R$ 4; enquanto um jantar sai entre aproximadamente R$ 4 e R$ 7. Um quarto de hotel custa entre R$ 17 e R$ 50. E no transporte você provavelmente não gastará mais do que R$ 0,50 centavos por dia.

Pela distância, a passagem aérea também é cara e custa aproximadamente R$ 6,3 mil (ida e volta). Por outro lado, os custos diários são baixíssimos: R$ 30 (mochileiros), R$ 48 (viajantes econômicos) e R$ 216 (para os que querem o máximo de conforto).

Mendoza — Argentina

viajar barato

Mendonza, Argentina Foto: Istock/Getty Images

Finalmente um destino mais próximo. Não é porque Mendoza está por perto que o preço dela é muito maior do que os países asiáticos e africanos citados. Mas antes de falar dos valores, vale comentar os vinhos e a neve que o turista poderá desfrutar. Há mais de 1.200 vinícolas na região, conhecida pelas suas montanhas cheias de neve. As paisagens são um tanto belas.

Para tomar um café da manhã você gastará, em valores aproximados, algo entre R$ 4 e R$ 10; para jantar, entre R$ 10 e R$ 32. Os hotéis têm preços que variam entre R$ 55 e R$ 430 dependendo do luxo que você procura. O transporte é barato e deverá custar em torno de R$ 2,50 ao dia.

A grande diferença de valores está na passagem de avião, que custa aproximadamente R$ 1.200. Já os custos diários variam entre R$ 40 (mochileiros); R$ 102 (viajantes econômicos); e R$ 276 (para os que querem mais conforto).

Dicas para viajar barato

Escolher o destino é só uma parte para iniciar a viagem econômica. Há uma série de atitudes que você pode tomar para viajar barato, seja conquistando milhas, seja trocando trabalho por hospedagem, seja apenas mudando sua mentalidade.

O escritor irlandês Benny Lewis, por exemplo, é um especialista no assunto. Ele dá uma série de conselhos curiosos e diz que economizando apenas R$ 35 por mês você pode passar um mês na Tailândia, por exemplo. A passagem você pega com milhas do cartão de crédito.

Outro esquema é ser nômade digital. Quem adota esse tipo de vida diz que pode custar menos do que morar fixo em uma cidade. Basta ter um trabalho remoto e tomar uma série de cuidados, como Casal Partiu conta.

Na verdade, é possível viajar o mundo inteiro em cima de uma bicicleta, acampando e gastando quase nada. Conversamos com um casal que fez isso e compartilha a experiência.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
ESCOLHA DO EDITOR
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 205 [1] => 76 [2] => 12 [3] => 237 [4] => 97 [5] => 249 [6] => 222 [7] => 62 [8] => 157 [9] => 276 [10] => 259 [11] => 86 [12] => 267 [13] => 94 [14] => 68 [15] => 16 [16] => 167 [17] => 115 [18] => 186 [19] => 17 [20] => 102 [21] => 173 [22] => 238 [23] => 175 [24] => 92 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence