Conheça 8 séries na Netflix sobre questões sociais
american crime story_series na netflix
Foto: Divulgação
Unplug > Inspire-se

8 séries sobre temas sociais para ver na Netflix

Pedro Katchborian em 21 de fevereiro de 2017

Como grande veículo de comunicação que é, a TV segue a tendência da sociedade e faz sua parte ao investir em séries que debatem questões de representatividade, temas como racismo, feminismo, imigração, gênero e sexualidade. A Netflix é uma das produtoras que têm apostado em histórias que trazem reflexões acerca desses temas, seja em séries próprias, seja em aquisições para o seu catálogo.

8 séries do catálogo da Netflix sobre questões sociais

The Fosters

No ar desde de 2013 nos Estados Unidos, a série “The Fosters” lida com diferentes temas sociais. A narrativa é baseada em uma família formada por duas mães, que sustentam filhos biológicos e adotados e que representam diferentes etnias.

Pouco depois da estreia da série, em julho de 2013, Udoka Okafor publicou um texto no Huffington Post falando sobre como o seriado era revolucionário. “A série tem a capacidade de fazer várias minorias da nossa sociedade se sentirem vistas“, diz. “O programa lida com temas como família, racismo, sexo, relacionamento, sexualidade, abuso, imigração, imigrantes ilegais e vários outros temas”, completa.

Atualmente na 4ª temporada, a série tem as suas duas primeiras temporadas disponíveis na Netflix.

Black-ish

Esta comédia dos EUA é sucesso de público e crítica. A história mostra uma família negra norte-americana de classe média e os problemas diários com o racismo no país. Durante os episódios, a família questiona e debate questões recorrentes na cultura dos Estados Unidos, como a brutalidade policial e o movimento Black Lives Matter. O seriado estreou em 2014 e está na terceira temporada. Você consegue encontrar a primeira na Netflix.

American Crime Story

A ficção de “American Crime Story” é relativa, já que a série conta a história de um caso real: o julgamento do ex-jogador de futebol americano e então estrela de cinema O.J. Simpson. Tido como o “julgamento do século”, o caso foi o ápice do espetáculo na TV, com as sessões sendo transmitidas ao vivo.

LEIA MAIS
7 filmes e séries com trilhas sonoras para quem curte hip hop
LEIA MAIS
O que esperar de 13 porquês, a série de Selena Gomez na Netflix

Assim como no caso real, a série foca em um recurso utilizado pela defesa de O.J.: o racismo da polícia de Los Angeles. “American Crime Story” tem formato de antologia, em que cada temporada vai trazer histórias e personagens diferentes. Na segunda temporada, ainda sem data de estreia, o assunto abordado será o furacão Katrina. A primeira temporada está disponível na Netflix.

One Day At A Time

Focada em uma família cubana, a série de comédia “One Day At A Time” provoca com temas sobre imigração e racismo, também exaltando a força das mulheres. A série, lançada em 2017, é um remake produzido pela Netflix de uma série veiculada na CBS entre 1975 e 1984.

Master of None

Às vezes sutil e às vezes direto, o ator Aziz Ansari expõe questões sociais dos Estados Unidos em “Master of None”, principalmente o feminismo, machismo e o racismo. Dev, personagem de Aziz, é um ator que busca uma chance em Hollywood, mas que acaba só com papéis estereotipados para indianos. Também produzida pela Netflix, a segunda temporada do seriado deve chegar em 2017.

Orange is The New Black

Uma das séries queridinhas de quem ama Netflix, “Orange is The New Black” mistura comédia e drama e traz um pano de fundo com várias questões sociais: problemas com a população carcerária, racismo, questões LGBTQ e abusos são alguns dos assuntos abordados pelas personagens. A séria conta a história de Piper Chapman, uma mulher que é sentenciada a 15 meses de prisão. A série está na quarta temporada.

Luke Cage

A série produzida pela Netflix é inspirada no herói Luke Cage, um ex-presidiário com força superhumana que combate o crime. O seriado estreou em 30 de setembro de 2016 e foi recebido com críticas muito positivas. Com a grande maioria dos atores principais negros, Luke Cage chegou até a ser criticada por “trazer poucas pessoas brancas”, segundo alguns no Twitter. A segunda temporada deve chegar ainda em 2017.

Jessica Jones

Também inspirada nos quadrinhos, Jessica Jones traz uma heroína que precisa lutar contra um vilão capaz de controlar seus poderes. A atriz Krysten Ritter, que interpreta Jessica, deixa claro que a série tem relação com o feminismo, e que faz uma alusão aos relacionamentos abusivos. “A série é escrita por alguém que acredita na mulher. Jessica Jones é feminista com F maiúsculo”, disse a atriz em entrevista à VEJA. A segunda temporada da série deve chegar somente em 2018.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
ESCOLHA DO EDITOR
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 205 [1] => 76 [2] => 12 [3] => 237 [4] => 97 [5] => 249 [6] => 222 [7] => 62 [8] => 157 [9] => 276 [10] => 259 [11] => 86 [12] => 267 [13] => 94 [14] => 68 [15] => 16 [16] => 167 [17] => 115 [18] => 186 [19] => 17 [20] => 102 [21] => 173 [22] => 238 [23] => 175 [24] => 92 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence