10 filmes sobre psicologia para explorar a mente humana
filmes-sobre-psicologia
Goodnight Mommy Foto: Divulgação
Unplug > Inspire-se

10 filmes sobre psicologia para explorar a mente humana

Camila Luz em 1 de novembro de 2016

Para algumas pessoas, a mente humana guarda mais mistérios e é mais intrigante do que o fundo do mar ou o próprio universo. Filmes sobre psicologia de todos os gêneros exploram essas possibilidades em forma de personagens bipolares, depressivos, psicopatas e até mesmo canibais.

Filmes sobre psicologia dos gêneros terror ou suspense podem ser muito mais assustadores do que longas sobre fantasmas e monstros. Afinal, as chances de você se mudar para uma casa infestada de espíritos malignos que irão puxar o seu lençol durante a noite são bem inferiores do que as de conviver com uma pessoa que sofre com problemas psicológicos. Se você curte filmes sobre psicologia, veja a lista que separamos logo abaixo.

Filmes com psicologia imperdíveis

Boa noite, mamãe

(“Goodnight Mommy”)

Na Áustria, dois irmãos gêmeos vivem isolados com a mãe, uma apresentadora de TV, em meio a árvores e plantações de milho. Após passar dias afastada para uma cirurgia plástica, a mãe volta para casa com o rosto enfaixado e começa a agir de forma estranha. As crianças não a reconhecem e começam a pensar que é uma impostora.

O longa é de suspense e cumpre seu papel muito bem. Só fica claro que é um filme sobre psicologia com a revelação chocante no final. É uma boa para quem curte o gênero, mas tem medo do escuro e de levar sustos com as clássicas músicas do terror. Todas as paisagens são sempre claras e as tomadas são em plano aberto, com trilha sonora minimalista.

Psicose

O clássico de Hitchcock não pode ficar de fora de uma lista com filmes sobre psicologia. A trama acompanha Marion Crane, uma secretária que rouba 40 mil dólares da imobiliária onde trabalha para se casar e começar uma nova vida. Durante a fuga de carro, ela enfrenta uma tempestade, erra o caminho e chega a um velho hotel.

O local é administrado por Norman Bates, que aparenta ser atencioso e cuidadoso com sua mãe, que nunca aparece em cena. Marion decide passar a noite no hotel, sem saber que o dono é seriamente perturbado. E se você também é fã de séries, vale a pena assistir a Bates Motel, programa atual que retrata a adolescência do personagem de Psicose.

O silêncio dos inocentes

(“The Silence of the Lambs”)

Outro clássico imperdível que também deu origem à uma séria atual, “Hannibal”. O longa pode ser mais pesado para quem se impressiona com facilidade, pois tem como personagem principal um serial killer — Hannibal Lecter — com um costume incomum: praticar o canibalismo em suas vítimas.

Hannibal, interpretado por Anthony Hopkins, é um prisioneiro que presta uma espécie de consultoria a uma agente de FBI que precisa desvendar crimes de outro serial killer. O vilão é culto e sofisticado e usa a psicologia para manipular todos ao seu redor, inclusive a própria agente, vivida por Jodie Foster.

Cisne Negro

(“Black Swan”)

Natalie Portman é uma dançarina de balé que já tem quase 30 anos e ainda vive com a mãe superprotetora. Seu sonho é conquistar o papel principal na peça “O Lago dos Cisnes”. Para isso, precisa interpretar com excelência tanto o cisne branco, quanto o cisne negro. Para compreender essa dualidade, começa a entrar em contato com seu próprio lado obscuro.

Garota, Interrompida

(“Girl, Interrupted”)

Angelina Jolie e Winona Ryder participam desse drama que provavelmente é um dos melhores da carreira das duas. Susanna Kaysen passa por uma sessão com um psicanalista que nunca tinha visto antes e é diagnosticada como vítima de “Origem Incerta de Personalidade”. Os sintomas dessa condição são tão ambíguos que poderia ser razão para o comportamento de qualquer adolescente.

Ela é enviada para um hospital psiquiátrico, onde vive pois dois anos na companhia de garotas transtornadas. Uma delas é a psicopata Lisa, que planeja uma fuga com Susanna e outras duas adolescentes.

Bicho de Sete Cabeças

O brasileiro da lista tem Rodrigo Santoro como protagonista. Ele interpreta Neto, um jovem que tem um relacionamento difícil com seu pai. Quando a situação entre os dois atinge o limite, o garoto é enviado para um manicômio, onde precisa enfrentar o sistema que lentamente consome seus prisioneiros e transforma sua forma de pensar.

O Amigo Oculto

(“Hide and Seek”)

Robert De Niro e Dakota Fanning contracenam nesse suspense que dá bons sustos. Portanto, fique longe dele se você é mais medroso. David Callaway muda com a filha Emily para o campo após a esposa cometer suicídio. Traumatizados, começam a ser perturbados por fatos estranhos quando a menina cria um amigo imaginário chamado Charlie, com quem costuma brincar de esconde-esconde. Aos poucos, Charlie se revela malvado e vingativo e ameaça a segurança da família.

Precisamos falar sobre o Kevin

(“We Need to Talk About Kevin”)

O filme retrata a história de uma família que não consegue falar sobre Kevin, o primogênito que sempre apresentou sinais visíveis de psicopatia. Foi criado pela mãe, que não soube se relacionar com o filho desde o nascimento, e por um pai omisso às reclamações da esposa. Emocionalmente pesado, o longa traz inúmeras discussões sobre o relacionamento entre pais e filhos, como falta de comunicação e carinho. O desfecho é baseado em fatos reais.

Ilha do Medo

(“Shutter Island”)

Mais um filme com final surpreendente — e pelo qual Leonardo DiCaprio já merecia ter levado o Oscar. Em 1954, uma dupla de agentes federais investiga o desaparecimento de uma assassina que estava hospitalizada. Para cuidar do caso, eles precisam viajar para Shutter Island, uma ilha localizada em Massachussetts. Lá, enfrentam uma rebelião dos presos, altamente perigosos, e até um furacão. Acabam ficando isolados e sem comunicação no local.

Gênio Indomável

(“Good Will Hunting”)

Matt Damon é Will, um jovem gênio capaz de resolver problemas matemáticos complexos em poucos minutos, mas com inteligência emocional pouco desenvolvida. Ele trabalha como zelador do instituto de matemática MIT e é arrogante, desconfiado e difícil de lidar.

O psicólogo Sean, interpretado por Robbie Williams, consegue que Will aceite um tratamento. Durante as sessões, o jovem começa a lidar com suas limitações e a desenvolver sua inteligência emocional. Enquanto isso, ajuda o próprio psicólogo a superar seus problemas.

Bônus:

Donnie Darko

Não é claro se Donnie Darko é ou não um filme sobre psicologia — vai da interpretação de cada um. E  esse é apenas um dos pontos fortes do longa. Para evitar spoilers, aqui vai um breve resumo: Donnie (Jake Gyllenhaal) é um adolescente excêntrico que despreza a maioria dos seus colegas de escola.

O jovem tem visões bizarras, em especial a de um coelho monstruoso, que o incentiva a realizar brincadeiras destrutivas. Certo dia, o coelho o atrai para fora de casa e diz que o mundo irá acabar dentro de um mês. Quando um avião cai no telhado da casa de Donnie sem explicação, ele começa a questionar se aquela profecia tem um fundo de verdade.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 25 [12] => 66 [13] => 67 [14] => 157 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 175 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence