9 vezes que o OK Go mostrou que tem os melhores clipes
ok-go
Foto: Reprodução
Unplug > Inspire-se

9 vezes que o OK Go mostrou que tem os melhores clipes

Kaluan Bernardo em 25 de novembro de 2016

A banda OK Go ganhou o mundo novamente com um clipe. O vídeo “The One Moment” faz jus, de forma muito criativa, à letra e ao título. A peça acontece em apenas um momento, de 4,2 segundos. Os outros três minutos e 47 segundos são com a música acompanhando os mesmos segundos, mas em câmera lenta — quando tudo passa a fazer sentido. No final, ainda uma lembrança: “você precisa de apenas um minuto para fazer a diferença.

A produção foi lançada no dia 24 de novembro. Na manhã do dia seguinte já tinha mais de 1,3 milhões de visualizações. Assista:

Longe de ser uma exceção, vídeos criativos já são marca registrada da banda estadunidense. Criada em 1998 em Chicago, OK Go é formada por Damian Kulash (vocal e guitarra), Tim Nordwind (baixo e voal), Dan Konopka (bateria e percussão) e Andy Ross (guitarra, teclados e vocais).

Não fossem seus vídeos marcantes, eles poderiam ser apenas mais uma banda de rock indie. Mas a verdade é que, quando o assunto é clipe, os caras sempre trabalham com gente muito criativa. Desde 2009, as produções, normalmente de baixo orçamento, se tornam virais. Veja abaixo alguns dos clipes mais lembrados da banda:

Clipes mais criativos do OK Go

O começo de tudo provavelmente foi o vídeo “A Million Ways”, single lançado isoladamente em 2005. Eles haviam acabado de substituir o guitarrista e tecladista Andy Duncan por Andy Ross e já estavam sumidos há alguns anos. Apostaram em um vídeo simples, com uma coreografia um tanto esquisita, mas divertida, que lhes rendeu 3 milhões de visualizações no YouTube. Assista:

Daí eles pegaram gosto pela coisa. Em 2006 lançaram outro single, “Here It Goes Again”, dançando em esteiras de academia. O clipe foi eleito o vídeo mais criativo do ano pelo YouTube e ainda rendeu o prêmio de melhor vídeo durante o Grammy de 2007. Foram até mesmo parodiados pelos Simpsons. Uma versão da produção, colocada no YouTube em 2009, já acumula mais de 30 milhões de visualizações. Veja:

Daí pra frente eles não pararam de inovar. Em 2010 lançaram “This Too Shall Pass”, do álbum “Of the Blue Colour of the Sky”, que hoje acumula 54 milhões de visualizações. O vídeo mostra uma enorme máquina de Rube Goldberg — aquelas em que uma coisa desencadeia outra, como na abertura de “Rá Tim Bum”. Esse tipo de vídeo é sempre legal, mas o do OK Go é especialmente completo e criativo. Confira:

Outro bem bacana que eles lançaram saiu em 2014. “Writings on the wall” é parte do álbum “Hungry Ghosts”. No vídeo, de forma criativa como sempre, eles brincam com projeções que criam ilusões de ótica. O vídeo todo acontece em um galpão, que se parece um tanto com o do vídeo anterior. Veja:

Quando você achava que os caras do OK GO já fizeram de tudo, os caras vão e grava um clipe sem gravidade. Lançado no início de 2016, o clipe “Upside Down & Inside Out” mostra a banda dentro de um avião russo fazendo umas coreografias bem divertidas com a gravidade zero. Assista:

Outro clipe memorável do OK Go aconteceu em 2012, quando eles fizeram uma parceria com a Chevrolet. No vídeo de “Needing/Getting”, do disco “Of the Blue Colour of the Sky”, ele dirigem um carro que vai tocando mais de 100 mil instrumentos colocados em uma pista. Simplesmente sensacional:

Tudo isso é muito legal. Mas não dá para ser mais cool do que fazer um clipe com “Os Muppets”! E é exatamente o que aconteceu no clipe da “Muppet Show Theme Song”, do disco “The Green Album”. Além de ter convidados ilustres, o clipe tem várias referências aos vídeos anteriores da banda.

Por fim,  cachorrinhos em “White Knuckles”:

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 25 [12] => 66 [13] => 67 [14] => 157 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 175 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence