TCC sem sofrimento: primeiros passos e metodologia
tcc
Foto: Istock/Getty Images
Unplug > Inspire-se

TCC sem sofrimento: como definir metodologia e primeiros passos

Camila Luz em 9 de julho de 2016

Antes da formatura, universitários precisam provar que estão aptos a receberem o diploma fazendo um TCC. No Trabalho de Conclusão de Curso, o aluno escolhe um tema e desenvolve uma pesquisa. Para muitos, isso pode ser complicado e trabalhoso. Comum na época da graduação, o TCC também faz parte da vida de quem faz pós-graduação ou especializações.

Para que esse processo se pareça menos com um bicho de sete cabeças, é preciso entender quais são as opções que a faculdade dá e escolher o formato de TCC que mais se encaixa na sua forma de trabalhar. Alguns cursos permitem que o trabalho seja desenvolvido em grupo, por exemplo. Certas instituições dão flexibilidade com relação ao tempo de execução, enquanto outras estipulam data certa para a entrega.

Outro passo importante é escolher a metodologia do TCC. A partir dela, você irá definir os métodos de pesquisa e toda a execução do trabalho.

Fatores a se considerar antes de começar o TCC

Atuar em grupo pode ser interessante para reunir mais ideias e dividir o volume de trabalho. Em TCCs feitos em vídeo, por exemplo, há muitas funções a serem executadas, como cinegrafista, produtor, diretor e roteirista. Dividir os encargos com mais pessoas pode tornar o processo menos trabalhoso.

homem e mulher sentados mexendo no computador

Avalie se no seu caso trabalhos em dupla, ou em grupo são melhores do que individual. Foto: Istock/Getty Images

No entanto, trabalhar em grupo por um longo período pode ser desgastante. Algumas pessoas preferem executar suas próprias ideias sem interferência dos demais. Outras simplesmente rendem melhor quando atuam sozinhas.

Outra decisão bastante importante diz respeito a escolha do tema. Durante a faculdade, alunos participam de estágios que podem abrir horizontes e definir caminhos em suas vidas profissionais. Escolher um assunto com o qual já se tenha afinidade pode facilitar bastante a vida do estudante.

Por outro lado, escolher um assunto novo e pouco explorado pode estimular o aluno a executar sua pesquisa. O importante é ter em mente que esse tema será estudado por pelo menos seis meses. Por isso, vale a pena investir naquilo que realmente o motiva.

Leia mais:
A educação ambiental pode ser disciplina obrigatória nas escolas?
Qual é o futuro da educação a distância?
Educação fora da Caixa: como fazer um doutorado informal

Por fim, é preciso dar atenção para outros dois fatores: tempo e dinheiro. Há faculdades que disponibilizam o período de um ano para a execução do TCC, enquanto outras exigem que seja feito em menos tempo. Também é possível adiar o trabalho, concluindo-o depois que todas as matérias já tenham sido cursadas.

Definir métodos que estejam dentro do orçamento também é fundamental para não comprometer todo o trabalho no meio do caminho. Há dinheiro suficiente para entrevistar uma fonte que mora em outra cidade? E para fazer um trabalho de campo fora?

Metodologia: organização e defesa

Depois que tema, período de execução e orçamento estiverem definidos, é preciso escolher a metodologia. Para isso, deve-se entender quais métodos o aluno irá utilizar para que o trabalho atinja os objetivos finais. Será realizado um levantamento bibliográfico? Serão feitas entrevistas? Como encontrar soluções para a problemática?

Essas respostas irão definir o método de pesquisa a ser utilizado. Caso opte pelas entrevistas, a metodologia será de pesquisa qualitativa. Se a pesquisa se basear apenas em livros, será bibliográfica, por exemplo.

No trabalho final, há um capítulo dedicado apenas à metodologia. Ele é usado para descrever equipamentos, processos e amostras aplicadas. Também é importante explicar como foi feita a seleção dessas técnicas, como a escolha das fontes e da bibliografia.

Essa é a hora de defender o trabalho, considerando recursos disponíveis e objeto de estudo. Por que é importante falar sobre esse assunto? Por que escolher certas fontes? Por que abordar determinadas características do tema?

No caso de equipamentos de laboratório, pode ser interessante fazer referência às especificações técnicas, como fabricante e versão do aparelho. Mas fuja dos excessos: detalhes que não influenciam o resultado devem ficar de fora, assim como a descrição excessiva de técnicas.

Caso seu projeto se baseie em mais de um método de pesquisa, deve-se listar e explicar todos eles. O fundamental é mostrar que as técnicas estão alinhadas com os objetivos finais para gerar a conclusão. Se organizar direitinho, todo mundo entrega o TCC sem sofrimento.

Gostou deste post? Que tal compartilhar:
Últimos
Trend Tags
Array ( [0] => 76 [1] => 222 [2] => 237 [3] => 115 [4] => 17 [5] => 238 [6] => 92 [7] => 125 [8] => 173 [9] => 16 [10] => 276 [11] => 157 [12] => 25 [13] => 66 [14] => 67 [15] => 62 [16] => 153 [17] => 127 [18] => 12 [19] => 19 [20] => 187 [21] => 69 [22] => 154 [23] => 172 )
Vídeos
Copyright © 2016 Free the Essence